Cassilândia, Segunda-feira, 21 de Maio de 2018

Últimas Notícias

11/10/2015 09:00

O aleitamento materno deve ser uma obrigação?

Cuidado Materno

Hoje em dia, o aleitamento materno e seus benefícios, para as mães e os bebês, são defendidos com muita convicção. É comum nos deparamos com mães que se culpam por não conseguirem ter êxito nessa tarefa, porém essa experiência não deve ser vista como uma obrigação.

O bebê necessita de uma série de cuidados para ter um desenvolvimento psíquico saudável, e a amamentação constitui apenas um desses cuidados.

Não devemos encarar o leite materno só como alimento enriquecido com os melhores nutrientes para o desenvolvimento físico do bebê. O aleitamento é muito mais do que isso: representa uma experiência única, repleta de sensações, na qual o vínculo entre mãe e bebê é reforçado pelo contato corporal, apego e, principalmente, pelo afeto, que proporciona segurança a ambos. Mas nem sempre essa experiência se mostra satisfatória e prazerosa. Em alguns casos, o aleitamento feito com mamadeira pode ser até mais compensador para o desenvolvimento psíquico do bebê do que o realizado ao seio materno.

Outras necessidades do nenê incluem a rotina, a previsibilidade e a presença integral de alguém – seja a mãe ou outra pessoa – capaz de realizar essas tarefas. Quem deve prestar esses cuidados é a própria mãe, ou seja, a pessoa mais capacitada para tal função. No entanto, nem sempre isso é possível.

A amamentação, assim como outros cuidados prestados ao bebê, deve ser feita com regularidade, levando em conta a personalidade dele, bem como suas preferências e necessidades.

É importante dizer que toda mulher é capaz de amamentar seu filho ao seio, porém, isso deve ser prazeroso tanto para ela como para ele. A partir do momento em que isso se torna algo obrigatório ou imposto, perde sua função e deixa de ser bom, pois a relação precisa ser de integração e encontro. Se houver muitas dificuldades, a amamentação feita por mamadeira pode ser uma ótima solução e representar um grande alívio para ambos.

A amamentação deve ser realizada de forma natural, e a mãe que estiver envolvida com seu bebê saberá intuitivamente como fazê-lo. Nesse momento, ela precisa filtrar as influências e palpites de terceiros e confiar no que sabe de seu filho, justamente por conhecê-lo. Mas, caso tenha dificuldades, consultar um especialista pode ajudá-la a sentir-se mais segura para exercer sua função materna com confiança e serenidade.

Por Cynthia Boscovich

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
imagem transparente
Últimas notícias
Scroller Top
Segunda, 21 de Maio de 2018
10:00
Receita do dia
Domingo, 20 de Maio de 2018
15:18
Cassilândia/Itajá
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)