Cassilândia, Sexta-feira, 23 de Junho de 2017

Últimas Notícias

20/02/2004 14:00

Nutricionista alerta sobre alimentação no carnaval

Irene Lôbo/ABr

“Se você pensa que cachaça é água, cachaça não é água não”, já dizia a famosa marchinha de carnaval de Mirabeau Pinheiro, composta na década de 50. No período de carnaval, o aumento do consumo de álcool e a mudança repentina de hábitos, como alterações no horário do sono e na alimentação, podem prejudicar a saúde dos foliões. Também é no período de carnaval que aumentam os atendimentos nas emergências dos hospitais. Além dos traumas causados por acidentes de trânsito e pela violência, o calor e o descuido com a alimentação são os grandes vilões do período.

Alimentos mal conservados e manipulados de forma incorreta são “pratos cheios” para a proliferação de bactérias que, quando ingeridas, podem causar diarréias, vômitos, febre e até levar à morte.

A nutricionista Ethel Santos, do Cardiotrauma Ipanema - hospital de emergência da zona sul do Rio de Janeiro – explica que crianças, idosos e pessoas debilitadas são os mais vulneráveis às intoxicações alimentares e às desidratações causadas pelo excesso de sol. “Essas pessoas devem procurar um médico logo no início do mal-estar”, alerta Ethel.

Alguns alimentos merecem cuidado redobrado antes de serem consumidos, tais como: os sanduíches a base de molhos e maionese, os queijos e carnes na brasa, as frituras, os frutos do mar e os alimentos conservados em temperaturas inadequadas. “É muito importante sempre conhecer a procedência dos alimentos, das bebidas e preferir os gêneros frescos e conservados adequadamente”, ensina a nutricionista.

Segundo ela, uma alimentação rica em carboidratos, proteínas, vitaminas, minerais e água, tais como massas, grelhados, saladas e frutas, é o ideal para amenizar as possíveis perdas e garantir o bom condicionamento físico do folião.

No caso do consumo de álcool, o ideal é limitar a quantidade, se possível intercalando as doses com água e sucos, para evitar a desidratação e o coma alcoólico. Para isso, o recomendado é a ingestão de muita água filtrada e de coco e sucos de frutas.

Em caso de desidratação com vômito e diarréia, o indicado é uma alimentação rica em sucos de caju, goiaba e maçã e o consumo de vegetais como batata, cenoura, chuchu e carnes brancas. Uma outra sugestão da nutricionista é o consumo de banana e água de coco, alimentos ricos em potássio e mineral que são substâncias importantes na reposição hídrica e de sais minerais do organismo.

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
imagem transparente
Últimas notícias
Scroller Top
Sexta, 23 de Junho de 2017
Quinta, 22 de Junho de 2017
10:00
Receita do Dia
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)