Cassilândia, Quinta-feira, 20 de Julho de 2017

Últimas Notícias

14/10/2004 13:33

Novos deputados vão à Justiça contra eleição em dezembro

Dourados News

Os suplentes de deputados que vão assumir as vagas na Assembléia Legislativa a partir de 3 de janeiro pretendem entrar na Justiça contra o projeto do deputado Waldir Neves (PSDB) de antecipação das eleições da Mesa Diretora. Humberto Teixeira (PDT), Bela Barros (PDT) e Valdenir Machado (PTB), consideram que não podem ficar de fora da eleição da mesa porque tem o direito de “votar e de serem votados” e por isso já estão consultando advogados para saber qual medida judicial pode ser tomada. “Vamos impetrar mandado de segurança para garantir nosso direito”, avisou Machado, um dos mais revoltados com a situação.

Pelo projeto, a eleição do presidente da casa e dos demais cargos da mesa seriam feitas em dezembro, antes da posse dos novos deputados e um mês antes da data atual em que tradicionalmente é realizada. “Acho isso uma absurdo. Vamos assumir com a mesa diretora eleita por três deputados que estão saindo”, reclamou Humberto Teixeira, referindo-se aos deputados Nelsinho Trad (PMDB), Simonte Tebet (PMDB) e Flávio Kayatt (PSDB) que foram eleitos prefeitos nas últimas eleições e vão renunciar aos mandatos na Assembléia.

Humberto acredita que a eleição antecipada seria um recurso para beneficiar o deputado Ary Rigo, líder do governo na casa, que estaria de olho na 1ª secretaria – segundo cargo na ordem de importância da mesa diretora. No entanto, ele afirma que a informação não foi confirmada e que o real motivo da antecipação não foi explicado ainda. “Isso não é necessário, ninguém tem nada contra o Ary. Ele é meu amigo”, afirma Teixeira, explicando que irá consultar o presidente do PDT, João Leite Schimidt para saber qual atitude tomar a respeito do assunto.

Já o petebista Valdenir Machado diz que irá aguardar apenas até a próxima semana, quando participará de uma reunião com o presidente da casa Londres Machado (PL). “Esse projeto é uma coisa impensada, que desvaloriza Dourados. Vamos ouvir o Londres Machado, se ele disser que o projeto vai para frente nós vamos lutar por nosso direito também”, afirmou.

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
imagem transparente
Últimas notícias
Scroller Top
Quinta, 20 de Julho de 2017
10:07
Cassilândia
10:00
Receita do dia
Quarta, 19 de Julho de 2017
20:32
Loteria
17:30
Restituição do Imposto de Renda
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)