Cassilândia, Sexta-feira, 09 de Dezembro de 2016

Últimas Notícias

14/10/2004 13:33

Novos deputados vão à Justiça contra eleição em dezembro

Dourados News

Os suplentes de deputados que vão assumir as vagas na Assembléia Legislativa a partir de 3 de janeiro pretendem entrar na Justiça contra o projeto do deputado Waldir Neves (PSDB) de antecipação das eleições da Mesa Diretora. Humberto Teixeira (PDT), Bela Barros (PDT) e Valdenir Machado (PTB), consideram que não podem ficar de fora da eleição da mesa porque tem o direito de “votar e de serem votados” e por isso já estão consultando advogados para saber qual medida judicial pode ser tomada. “Vamos impetrar mandado de segurança para garantir nosso direito”, avisou Machado, um dos mais revoltados com a situação.

Pelo projeto, a eleição do presidente da casa e dos demais cargos da mesa seriam feitas em dezembro, antes da posse dos novos deputados e um mês antes da data atual em que tradicionalmente é realizada. “Acho isso uma absurdo. Vamos assumir com a mesa diretora eleita por três deputados que estão saindo”, reclamou Humberto Teixeira, referindo-se aos deputados Nelsinho Trad (PMDB), Simonte Tebet (PMDB) e Flávio Kayatt (PSDB) que foram eleitos prefeitos nas últimas eleições e vão renunciar aos mandatos na Assembléia.

Humberto acredita que a eleição antecipada seria um recurso para beneficiar o deputado Ary Rigo, líder do governo na casa, que estaria de olho na 1ª secretaria – segundo cargo na ordem de importância da mesa diretora. No entanto, ele afirma que a informação não foi confirmada e que o real motivo da antecipação não foi explicado ainda. “Isso não é necessário, ninguém tem nada contra o Ary. Ele é meu amigo”, afirma Teixeira, explicando que irá consultar o presidente do PDT, João Leite Schimidt para saber qual atitude tomar a respeito do assunto.

Já o petebista Valdenir Machado diz que irá aguardar apenas até a próxima semana, quando participará de uma reunião com o presidente da casa Londres Machado (PL). “Esse projeto é uma coisa impensada, que desvaloriza Dourados. Vamos ouvir o Londres Machado, se ele disser que o projeto vai para frente nós vamos lutar por nosso direito também”, afirmou.

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
Últimas notícias
Scroller Top
Sexta, 09 de Dezembro de 2016
Quinta, 08 de Dezembro de 2016
10:00
Receita do dia
09:00
Maternidade
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)