Cassilândia, Sexta-feira, 26 de Maio de 2017

Últimas Notícias

11/04/2011 07:45

Novo tremor atinge o Japão um mês depois da pior tragédia enfrentada pelo país

Renata Giraldi, Agência Brasil

Brasília - Um tremor de 7,1 graus de magnitude na escala Richter atingiu hoje (11) a província de Fukushima, no Nordeste do Japão, exatamente um mês depois do pior terremoto seguido de tsunami, registrado no país, ter causado milhares de vítimas. O alerta de tsunami de até um metro emitido pela Agência Meteorológica do Japão já foi suspenso.

As informações são da BBC Brasil e das agências públicas de notícias do Japão, NHK, e de Portugal, a Lusa. Pelos dados oficiais a tragédia ocorrida há um mês provocou 13.014 mortos, 15 mil desaparecidos, 151.150 desabrigados e 170 mil refugiados.

Na província de Fukushima está localizada a usina de mesmo nome e que no mês passado registrou explosões e vazamentos radioativos. A Tokyo Electric Power Company, que administra a usina, ainda se esforça para restaurar os sistemas de refrigeração dos reatores. Porém, ainda ocorre liberação de substâncias radioativas no ar e mar.

Mas hoje a empresa que controla a usina comunicou que não há relatos de danos de estrutura causados pelos novos tremores.

O novo terremoto ocorreu às 17h16 (hora local), poucas horas depois de o Japão marcar um mês da tragédia de 11 de março com um minuto de silêncio. Sobreviventes da tragédia que estão alojados em abrigos improvisados marcaram o momento que o terremoto abalou o Japão, às 14h46 do horário local (2h46 de Brasília), com as cabeças baixas e mantendo silêncio por um minuto.

O primeiro-ministro do Japão, Naoto Kan, agradeceu às pessoas em todo o mundo pelo apoio. Em uma carta aberta, enviada a sete jornais internacionais, Kan afirmou que o apoio ofereceu esperança e despertou coragem em um momento de desespero.

\'\'Por meio de nossos esforços e com a ajuda da comunidade global, o Japão irá se recuperar e regressará ainda mais forte. Nós iremos retribuir a sua generosa ajuda\'\', disse Kan. \'\'Com isso nos nossos corações, agora estamos juntos, dedicados à reconstrução da nação.\'\'

Ao percorrer regiões atingidas pelos desastres no domingo, Kan prometeu fazer o possível para ajudar as comunidades. Um mês depois, vidas e paisagens ainda estão em caos no Nordeste do Japão. \'\'O governo depositará todo o seu esforço para trabalhar com vocês. Nós nunca o abandonaremos\'\', disse o primeiro-ministro.

O secretário-chefe do gabinete do governo do Japão, Yukio Edano, afirmou que avanços têm sido feitos no sentido de manter a usina sob controle. \'\'A possibilidade de que a situação da usina nuclear se deteriore e possa provocar um grande vazamento de materiais radiativos está diminuindo cada vez mais\'\', disse Edano.

Mas hoje Edano pediu que moradores de outras cinco comunidades em uma área situada a 40 quilômetros da usina nuclear deixem a área em, no máximo, um mês. Edano disse não se tratar de uma emergência, mas acrescentou que elevados níveis de radiação foram detectados em algumas áreas e acrescentou que há riscos de longo prazo para a saúde, caso a crise com a usina se prolongue.

Edição: Talita Cavalcante

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
imagem transparente
Últimas notícias
Scroller Top
Sexta, 26 de Maio de 2017
Quinta, 25 de Maio de 2017
13:00
Dicas de segurança
Quarta, 24 de Maio de 2017
14:40
Cassilândia
13:00
Dicas de segurança
10:00
Receita do Dia
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)