Cassilândia, Domingo, 27 de Setembro de 2020

Últimas Notícias

12/11/2003 13:29

Novo secretário sugere integração das polícias

Juliana Andrade/ABr

O novo secretário Nacional de Segurança Pública, Luiz Fernando Corrêa, afirmou há pouco que a integração das forças policiais, por meio da troca de informações e do compartilhamento dos serviços de inteligência, é a grande arma para o combate ao crime organizado no país. Corrêa foi empossado pelo ministro da Justiça, Márcio Thomaz Bastos, em substituição ao antropólogo Luiz Eduardo Soares.

"É juntando esforços, somando as capacidades e ao mesmo tempo, unindo as forças, que nós, trazendo gente de outras polícias, vamos transferir o conhecimento e prevenir ações em outros estados no futuro", ressaltou o novo secretário, delegado da Polícia Federal. Com a escolha de Corrêa, o ministro quer dar um perfil mais operacional à secretaria. Uma das metas do secretário é colocar em funcionamento um Gabinete de Gestão Integrada em cada um dos estados que aderirem ao sistema Único de Segurança Pública (Susp). Com exceção de Pernambuco, todas as outras unidades federativas já fazem parte do sistema.

Corrêa foi o coordenador do grupo de inteligência da Polícia Federal, integrante da força-tarefa que reúne as polícias do Rio de Janeiro, criada com o objetivo de investigar e combater o crime organizado no estado. Segundo ele, esse trabalho é embrião de um modelo a ser estendido aos demais estados.

Durante a posse, o ministro anunciou a criação do primeiro Gabinete Regional de Gestão Integrada, que vai reunir representantes do sistema de segurança dos estados da região sudeste. Na próxima terça-feira (18), os governadores e secretários de segurança pública do Rio de Janeiro, Minas Gerais, Espírito Santo e São Paulo, vão se reunir com Thomaz Bastos em Brasília, para definir como será o funcionamento desse gabinete.

O ministro voltou a defender a adoção de uma série de medidas para desmontar a "linha de produção da criminalidade", que passa por mudanças no Judiciário, no sistema penitenciário e na polícia. "Se a gente tivesse um tiro de canhão nós já teriamos usado, se a gente tivesse um remédio que resolvesse de vez o problema da violência, nós já teríamos ministrado. O fato é que não existe uma ação só, são muitas ações que estão sendo feitas há muito tempo pelo governo federal e pelos governos estaduais", observou o ministro.

Ele disse estar confiante no trabalho articulado entre as forças policiais. "Nunca se teve uma integração das forças de segurança no país inteiro. É uma integração estimulada, induzida pelo governo federal e que tem respostas cada vez mais positivas e assertivas", destacou.

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
imagem transparente
Últimas notícias
Scroller Top
Domingo, 27 de Setembro de 2020
11:00
Corrida/Nutrição/Fitness
Sábado, 26 de Setembro de 2020
07:28
Cassilândia/São José do Rio Preto
Sexta, 25 de Setembro de 2020
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)