Cassilândia, Quinta-feira, 14 de Dezembro de 2017

Últimas Notícias

14/02/2005 10:06

Novo exame ajuda a detectar câncer de mama

Rosamélia de Abreu/ABr

No Brasil, todo ano são registrados 40 mil novos casos de câncer de mama e a morte de dez mil mulheres vítimas da doença. O exame clínico da mama e a mamografia são as formas mais eficazes para detecção precoce da doença, mas apenas dez por cento das cidades brasileiras possuem equipamento de mamografia.

Especialistas da Fundação Oswaldo Cruz, do Instituto Nacional do Câncer e Instituto Fernandes Figueira da Fiocruz estão fazendo um trabalho de observação de um exame descartável, criado nos Estados Unidos e chamado Breastcare (cuidado com a mama). O exame está sendo utilizado em cem pacientes, mas esse número será ampliado para 300. Depois do trabalho de observação, o Breastcare será comprado pelo Ministério da Saúde e distribuído para a rede pública de saúde. O preço por unidade do exame é de R$ 40.

O médico mastologista Roberto Vieira, do Instituto Fernandes Figueira, informa que o Breastcare funciona de forma simples, verificando a temperatura da mama. "Quando um tumor na mama está se formando há um afluxo maior de sangue, aumentando a temperatura do seio. O Breastcare consiste em dois discos capazes de tirar a temperatura da mama. Sabe-se que a temperatura elevada é indício da doença", explica o especialista.

O Breastcare não substitui exames como a mamografia e o ultrasom, lembra Roberto Vieira. "Se o Beastcare constatar alterações na temperatura do seio, o médico deve encaminhá-la para prosseguir a investigação. A sensibilidade desse método é acima de 80 por cento, superior, portanto, à verificada no exame Papanicolau, que detecta câncer de útero" informa o médico.

Roberto Vieira informou ainda que o Breastcare vai beneficiar principalmente as mulheres que moram longe das grandes cidades. "O exame pode ser levado para qualquer parte do país, inclusive às cidades mais longínquas". Basta carregar o exame num isopor com uma temperatura mínima de 25 graus. O material pode seguir de ônibus ou barco para os estados da região amazônica e pode fazer um trabalho de detecção precoce do câncer de mama com muita eficiência", afirma Roberto Vieira.

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
imagem transparente
Últimas notícias
Scroller Top
Quinta, 14 de Dezembro de 2017
10:00
Receita do dia
Quarta, 13 de Dezembro de 2017
10:00
Receita do dia
Terça, 12 de Dezembro de 2017
20:48
Loteria
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)