Cassilândia, Sexta-feira, 09 de Dezembro de 2016

Últimas Notícias

23/06/2007 06:13

Novelas da Record

Record

Luz do Sol

William consegue abrir a lápide, tira a caixinha lá de dentro, com a chave, e pega o cordãozinho com o pingente com o nome: Adriana. Resolvem ir ao correio, caixa postal, rodoviária, lugares onde possa haver um armário alugado. Rodolfo e Léo desconfiam que Kayla passa informações a Freddy. William encontra Wandinha no correio e descobre qua a chave não é de lá. Freddy assina a petição de separação. Chega Isabela e pergunta o que a impostora está fazendo na casa dela.


Vidas Opostas

Isis recebe com simpatia a visita de Mário e Lúcia. Sozinho no quarto, Boris tenta se livrar das amarras e pensa alto que os policiais sabem de muita coisa e que não o deixarão sair vivo desta. Enquanto isso, Nogueira e Hélios e deliciam degustando uma massa al triplo burro, acompanhada de uma garrafa de vinho Gran cru. Nogueira ensina Helio como apreciar um bom vinho e diz que quem se preocupa com colesterol é boiola. Helio comenta que a casa é um arraso e o delegado explica que ali é seu refúgio secreto, que nunca levara ninguém até lá, onde coleciona obras de arte, como um Portinari que confiscou de um ladrão de quadros. E revela que aplica todo o dinheiro que "confisca" na beleza das obras arte, além de sonhar em comprar uma vila no Caribe para abrigar sua coleção. Silvio liga para Carmo já em Angra e a delegada manda que ele arranje um barco e fique à espera de seu chamado, logo que ela localizar a lança do delegado. Ao telefone, Silvio diz que cansou de ficar em cima do muro e que não a deixará na mão. No calabouço, Nogueira avisa que promoverá uma "sessão nostalgia", para Boris se lembrar do tratamento que recebeu quando era subversivo, no tempo da ditadura. E começam torturá-lo, chutando-o com violência. Colocam Boris na cadeira, acendem um holofote em sua cara e começam a interrogá-lo. Mas Boris não responde e ainda debocha de Nogueira. Boris é surrado violentamente enquanto é inquirido sobre o que fazia na favela e sobre a bomba no carro de Nogueira. Como resposta, Boris diz que não falou quando foi torturado pela ditadura, não será agora que falará para dois canalhas vagabundos. Nogueira é taxativo: ou fala, ou morre. Cicio vai comprar cerveja e se depara com Mercedes, Roberto e Marcelo. Ele acena sem graça. Mercedes e Marcelo têm pena de Cicio Roberto não, pois acha que ele é apenas um bandido envergonhado, que não se assume. Cicio chega na boca e diz aos traficantes que rejeição dos moradores do Torto está doendo demais, e que preferia quando ele só cuidava da sua barraca e era amigo do povo todo. Caranguejo diz a Pé de Pato que não está gostando da demora de pavio e Sovaco de partir para cima de Jacson, que vai acabar dando uma de Papai Noel, distribuindo "ameixas" pra todos os lados. Nogueira quer saber onde Boris arranjou dinheiro, como ficou rico e quais os números de suas contas bancárias onde esconde a fortuna. Mas Boris não fala. Helio e Nogueira resolvem dar um tempo na tortura para que Boris não acabe morrendo sem revelar nada. Lisinha sonha que berloque é apontador de jogo do bicho e que lhe passava um palpite: " O galo vai cantar três vezes! E a galinha porá o ovo". Carmo e Gilberto encontram a lancha de Nogueira ancorada numa ilha. Gilberto dá a posição de onde estão para Silvio, que segue em uma lancha para o local. No colégio, Madalena e Felipe estão super amigos, e ele conta suas aventuras no Torto. De manhã, Nogueira diz a Helio que mesmo que Boris não abra o bico, esta será a última viagem da vida dele, adiantando que amarrará o corpo do italiano com pedras e o jogará no mar para ser comido pelos peixes. Mesmo amarrado, Boris consegue travar o tricô da porta com a cadeira. Nogueira leva um susto ao se aproximar da janela e vê duas lanchas.Pega o binóculo e vê Carmo em uma delas. Helio pega o binóculo e vê Silvio chegando na outra embarcação. Nogueira, aflitíssima, avisa que terão que fugir imediatamente, pois não podem ser encontrados ali de jeito nenhum.Helio pergunta o que farão com o gringo.Sem saber que já foi vista pelos policiais, Carmo tentará a estratégia de invadir a casa usando do elemento surpresa. Nogueira resolve matar Boris e fugir, mas a porta está travada e eles não conseguem entrar. Nogueira e Hélio disparam vários tiros contra a porta. Boris se arrasta até um canto do quarto paras e proteger das balas. Carmo e Silvio escutam os tiros, Nogueira e Hélio se esgueiram até conseguir chegar na lancha. A delegada e Silvio escutam o barulho do motor e percebem que os policiais estão fugindo. Correm até o ancoradouro onde são recebidos por tiros disparados por Nogueira e Helio.

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
Últimas notícias
Scroller Top
Sexta, 09 de Dezembro de 2016
Quinta, 08 de Dezembro de 2016
10:00
Receita do dia
09:00
Maternidade
Quarta, 07 de Dezembro de 2016
20:20
Loteria
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)