Cassilândia, Sexta-feira, 09 de Dezembro de 2016

Últimas Notícias

01/11/2012 15:47

Nove estados, incluindo MS, pedem tributação menor para saneamento

Campo Grande News/ Mariana Lopes

Com o objetivo de direcionar o recurso recolhido do PIS/Cofins para a ampliação dos serviços de abastecimento de água e de esgotamento sanitário em todo o território nacional, nove governadores do Brasil encaminharam ofício, por meio da Aesbe (Associação Brasileira das Empresas Estaduais de Saneamento), à presidente Dilma Rousseff, nesta quarta-feira (31).

Entre os estados estão Mato Grosso do Sul, Espírito Santo, Minas Gerais, Paraíba, Rio Grande do Sul, Rondônia, Santa Catarina e Tocantins, e do Distrito Federal. Os demais governadores, cujos estados têm seus serviços prestados por uma companhia estadual, ainda analisam os documentos.

O ofício foi também para a ministra-chefe da Casa Civil, Gleisi Helena Hoffmann, o ministro da Fazenda, Guido Mantega, o ministro das Cidades, Aguinaldo Velloso Borges Ribeiro, e para o secretário nacional de saneamento ambiental, Osvaldo Garcia.

De acordo com a Aesbe, a discussão com o Governo Federal sobre a necessidade de rever esse procedimento ocorre desde 2003, quando a legislação que dispõe sobre o PIS/Cofins aumentou em 100% a cobrança dos tributos para o saneamento.

Neste mesmo ano, a Aesbe enviou à Casa Civil um documento tratando sobre a preocupação das empresas em relação ao aumento excessivo desse tributo e as consequências na redução dos investimentos ao saneamento.

“Já é longa a estrada percorrida pela Aesbe com a finalidade de desonerar o setor. A entrega do pedido dos governadores representa um reforço na cobrança de uma das promessas de campanha da presidente Dilma Rousseff, que é exatamente a desoneração do PIS/Cofins”, comentou o presidente da Aesbe e da Sanesul, José Carlos Barbosa.

Para o presidente da Aesbe, o pleito é uma bandeira defendida pelo setor de saneamento há muito tempo, como meio de auxiliar na antecipação da universalização do acesso aos serviços de abastecimento de água e de esgotamento sanitário.

“E acima de tudo, a Aesbe reconhece que promover o saneamento básico em todos os lares brasileiros também é um desejo da presidente Dilma Rousseff, pois ela sabe de todos os benefícios que esses serviços trazem ao povo”, considerou Barbosa.

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
Últimas notícias
Scroller Top
Sexta, 09 de Dezembro de 2016
Quinta, 08 de Dezembro de 2016
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)