Cassilândia, Sábado, 16 de Dezembro de 2017

Últimas Notícias

04/05/2005 07:30

Nove cidades concentram 25% da riqueza do Brasil

Dourados News

Nove municípios respondem por 25% de todo o Produto Interno Bruto (PIB) do Brasil, de acordo com levantamento inédito do Instituto Brasileiro de Geografia e estatística (IBGE), intitulado PIB dos Municípios.

São eles: São Paulo (SP), Rio de Janeiro (RJ), Brasília (DF), Manaus (AM), Belo Horizonte (MG), Duque de Caxias, Curitiba (PR), Guarulhos (SP) e São José dos Campos (SP). Os dados referem-se a 2002.

Em 1999, os 25% do PIB estavam com apenas sete municípios: São Paulo, Rio, Brasília, Belo Horizonte, Manaus, Curitiba e Porto Alegre. Em três anos, estas duas últimas capitais perderam força e saíram dessa lista. A grande novidade em 2002, portanto, foi a entrada de cidades que não são capitais de Estado entre as mais ricas (ou com maior produção).

As atividades industriais foram as maiores responsáveis pelo crescimento do PIB de Guarulhos (fabricação de máquinas, aparelhos elétricos, automóveis, materiais plásticos e borracha) e de São José dos Campos, cidade que foi beneficiada por um aumento expressivo das exportações. A participação de Duque de Caxias na produção nacional de riquezas vem crescendo desde 1999, sendo o refino do petróleo o principal responsável por isso.

O crescimento da economia de Manaus foi uma conseqüência do recebimento de royalties pelo tráfego de gás natural oriundo do poço de Urucu e do crescimento do parque industrial da capital amazonense.

Ainda que tenha havido esse pequeno alívio na concentração do PIB (de sete para nove), em 2002 metade do produto interno nacional estava concentrado em apenas 1,3% dos municípios brasileiros (70, de um total considerado de 5.560). Neles vivem um terço (33,3%) da população. Nos nove municípios mais ricos viviam em 2002 somente 15,2% dos brasileiros.

No outro extremo, o mesmo percentual de 25% da produção ficava a cargo de quase 93% das cidades brasileiras (5.153 municípios, em números absolutos), que reuniam 43,3% da população.

Entre as 50 cidades com menor PIB em 2002, 48 (96%) eram das regiões Norte (mais precisamente no Estado de Tocantins) e Nordeste (nos estados do Piauí e Paraíba).

Os municípios de menor PIB no país são, em ordem decrescente, Parari (PB) (R$ 2,6 milhões), Lavandeira (TO) (R$ 2,6 milhões), São Miguel da Baixa Grande (PI) (R$ 2,5 milhões), Santo Antônio dos Milagres (PI) (R$ 2,0 milhões) e São Félix do Tocantins (TO) (R$ 1,9 milhões). Juntos, eles representam 0,001% da produção nacional.

Com informações da assessoria do IBGE

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
imagem transparente
Últimas notícias
Scroller Top
Sábado, 16 de Dezembro de 2017
Sexta, 15 de Dezembro de 2017
10:00
Receita do dia
Quinta, 14 de Dezembro de 2017
21:14
Loteria
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)