Cassilândia, Quinta-feira, 08 de Dezembro de 2016

Últimas Notícias

21/04/2010 14:21

Nova prioridade de Comissão Indigenista será conflito em Mato Grosso do Sul

Luana Lourenço, Agência Brasil

Brasília - Um ano após a confirmação da demarcação em área contínua da Terra Indígena Raposa Serra do Sol, em Roraima, a prioridade das lideranças indígenas que integram a Comissão Nacional de Política Indigenista (CNPI) será encontrar soluções para o conflito fundiário entre índios e o agronegócio em Mato Grosso do Sul.



A disputa está concentrada na região de Dourados, onde os guarani-kaiowá brigam há anos com fazendeiros pela demarcação de terras indígenas. A região é o principal foco de assassinatos e suicídios de índios, de acordo com o Conselho Indigenista Missionário (Cimi).



“A questão das terras indígenas no Brasil ainda precisa caminhar muito. O foco agora será Mato Grosso do Sul, a questão dos guarani-kaiowá ”, disse a educadora Pierlângela Cunha. De acordo com a liderança wapixana, que integra a CNPI, a mediação de conflitos indígenas deve integrar políticas públicas para chegar a resultados efetivos.



“É preciso que outros órgãos também lancem o olhar sobre as comunidade indígenas, não só a Funai [Fundação Nacional do Índio]”.



A CNPI é um órgão consultivo, ligado ao Ministério da Justiça, que reúne ministérios e representantes indígenas. Sem caráter deliberativo, a função do colegiado é propor diretrizes para a política indigenista oficial. A próxima reunião da CNPI está prevista para maio.


Edição: Graça Adjuto

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
Últimas notícias
Scroller Top
Quarta, 07 de Dezembro de 2016
20:20
Loteria
10:00
Receita do dia
09:00
Maternidade
03:14
Loteria
Terça, 06 de Dezembro de 2016
10:00
Receita do Dia
09:00
Maternidade
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)