Cassilândia, Quarta-feira, 20 de Junho de 2018

Últimas Notícias

07/01/2014 18:01

Nova lei proíbe homenagens a torturadores e corruptos em Campo Grande

Campo Grande News

A partir de hoje fica proibido no município de Campo Grande homenagens públicas com uso de nomes de torturadores e de pessoas que tenham praticado atos de lesa-humanidade, violação de direitos humanos e envolvidos em crimes de corrupção. A vedação está prevista na Lei nº 5.280, sancionada pelo prefeito Alcides Bernal (PP) e publicada hoje no Diário Oficial de Campo Grande (Diogrande).

“Fica proibido o uso de nomes de torturadores e de pessoas que tenham praticado atos de lesa-humanidade, violação de direitos humanos, ou deles sido historicamente consideradas participantes e envolvidos em crimes de corrupção, em homenagens no Município de Campo Grande/MS, como denominação de logradouros e equipamentos públicos e comendas ofertadas por quaisquer esferas do Poder Público Municipal”, diz o Art. 1º da nova lei, esclarecendo em seu parágrafo único que a proibição se estende a nomes de praças, parques e edifícios.

Dentro do espírito dessa nova norma, os projetos de lei para a denominação de logradouros e equipamentos públicos e de próprios municipais com nomes de pessoas dependerão, obrigatoriamente, de deliberação das seguintes Comissões: Comissão Permanente de Cultura, Comissão Permanente de Defesa do Consumidor, Comissão Permanente de Cidadania e Direitos Humanos e Comissão Permanente de Segurança Pública da Câmara Municipal de Campo Grande, sem prejuízo das demais, que analisará o histórico do homenageado.

Um dos dispositivos da norma incumbe à Prefeitura de Campo Grande o dever de alterar gradativamente os nomes de logradouros que, eventualmente, fazem homenagens a torturadores, corruptos e responsáveis por violações de direitos humanos.Esses nomes deverão ser substituídos preferencialmente pelos nomes das pessoas que foram vitimadas por ocasião das agressões sofridas.

A nova lei será regulamentada no prazo de 90 dias a partir da publicação, que aconteceu nesta terça-feira (7). O projeto que resultou na normal legal é de autoria do vereador Vanderlei Cabeludo (PMDB).

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
imagem transparente
Últimas notícias
Scroller Top
Terça, 19 de Junho de 2018
13:11
Cassilândia
09:00
Santo do dia
Segunda, 18 de Junho de 2018
Domingo, 17 de Junho de 2018
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)