Cassilândia, Quinta-feira, 08 de Dezembro de 2016

Últimas Notícias

16/02/2008 08:26

Nota de esclarecimento

Sato Comunicação

NOTA DE ESCLARECIMENTO

A Famasul - Federação da Agricultura e Pecuária do Estado de Mato Grosso do Sul, entidade que tem entre as suas atribuições a defesa dos interesses dos diversos segmentos do setor produtivo do Estado, entre os quais, a pecuária de corte, em vista da reportagem veiculada na edição do telejornal Bom Dia MS, desta sexta feira (15/02/2008), que abordou a questão da vigilância sanitária na região de fronteira de Mato Grosso do Sul com o Paraguai, considera necessário que alguns esclarecimentos sejam feitos.

O conteúdo da reportagem não reconhece as múltiplas ações que foram feit as e muitos milhões de reais que foram perdidos no sacrifício de mais de cinqüenta mil cabeças de gado, desde o foco de aftosa ocorrido em 2005. A criação do programa Sanidade Sem Fronteiras, de enfoque educacional - fruto de parceria entre os governos federal, estadual e a própria FAMASUL e o SENAR – promoveu ações desde vacinações assistidas, brincagens de animais, capacitação de produtores rurais, notadamente pequenos, assentados e aldeados indígenas e implantação de currais modelos a partir do que se conseguiu igual atenção do país vizinho com a implantação de medidas semelhantes.

Essas ações resultaram no reconhecimento pelo Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento, do status de Zona Livre de Febre Aftosa Com Vacinação ao Estado de Mato Grosso do Sul, que const itui o primeiro passo a devolver a condição de Estado exportador e, em conseqüência, alavancar sua economia.

Atitudes continuam sendo promovidas, com incomensuráveis esforços para estruturar definitivamente o controle sanitário no Estado, em que pese a reconhecida burocracia para liberação e aplicação de recursos.

Reportagem como essa, onde não se destaca os mecanismos implementados e em ação, além de dar visão oblíqua da realidade, alimenta interesses alienígenas à economia Sul-Mato-Grossense, onde está inserido esse importante veículo de comunicação, fazendo com que embasemos de argumentações infundadas os competidores do mercado da carne, nacional e estrangeiro.
Campo Grande, 15 de fevereiro de 2008.




Autor: Ademar Silva Junior - Presidente da FAMASUL


Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
Últimas notícias
Scroller Top
Quinta, 08 de Dezembro de 2016
10:00
Receita do dia
09:00
Maternidade
Quarta, 07 de Dezembro de 2016
20:20
Loteria
10:00
Receita do dia
09:00
Maternidade
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)