Cassilândia, Domingo, 04 de Dezembro de 2016

Últimas Notícias

27/06/2009 14:26

Nota à imprensa do Comando Militar do Oeste

Com relação à chegada do 10° Contingente da Força de Paz do Exército Brasileiro no Haiti, o Comando Militar do Oeste (CMO) esclarece que o 18º Batalhão Logístico (18º B Log) adotou todos os procedimentos de rotina, previstos na Diretriz Médico-Sanitária para a Mobilização e Desmobilização dos Efetivos Militares da MINUSTAH, expedida pela Diretoria de Saúde do Exército em 09 de Junho de 2008. Além de outras ações de prevenção de doenças infecto-contagiosas, já implementadas em anos anteriores por ocasião do retorno de todos os militares em missão no Haiti.

Os 33 (trinta e três) militares que desembarcaram em Campo Grande foram recebidos na Base Aérea de Campo Grande em 23 de junho, às 19:45h, e encaminhados ao 18° B Log, onde foram submetidos a uma Inspeção Médica inicial por médicos do próprio Batalhão.

A referida inspeção consistiu de aferição de temperatura e pressão, entrevista inicial e explanação sobre os cuidados recomendados pelo Ministério da Saúde a respeito da gripe provocada pelo vírus Influenza A / H1N1.

Naquela ocasião, nenhum militar do Contingente de Força de Paz apresentou ou citou qualquer sintoma da referida gripe. Após essa atividade, o contingente foi liberado para o descanso, nas instalações do 18º B Log. Os locais de alojamento são compostos por instalações separadas com banheiros próprios e distantes dos demais integrantes do quartel.

No dia 24 de Junho, no próprio 18º B Log, foi coletado material para exames laboratoriais de todos os militares do 10º Contingente. Tais exames foram encaminhados ao Hospital Geral de Campo Grande (HGeCG) para análise. No mesmo dia, no período noturno, foi realizado o raio-x dos pulmões, permanecendo o contingente somente em contato com os militares do 18º B Log envolvidos na desmobilização. Os militares também foram submetidos a uma avaliação psicológica por profissionais do Centro de Estudo de Pessoal (CEP) do Rio de Janeiro/RJ, especialmente destacados para a tarefa.

No dia 25 de junho (quinta-feira), de posse dos resultados dos exames, todos os militares foram, novamente, examinados por uma junta médica do HGeCG, que os considerou aptos a retornarem às suas Organizações Militares de origem, bem como ao convívio de suas respectivas famílias.

Ressalta-se ainda, que no Haiti não foi registrado nenhum caso de gripe causada pelo vírus influenza A / H1N1 até a presente data, em nenhum dos cerca de 1.300 (mil e trezentos) militares das Forças Armadas Brasileiras presentes, conforme informação do Maj Guedes, militar mais antigo do contingente da MINUSTAH.

A equipe de apoio à desmobilização, do 18º B Log, foi composta por 02 (dois) capitães, 03 (três) médicos, 02 (dois) dentistas e 03 (três) sargentos que auxiliaram em todos os eventos e atividades.

O trabalho de desmobilização foi coordenado pelo Tenente-Coronel José Eduardo, do Centro de Operações do Comando Militar do Oeste (CMO) e contou ainda com a participação e orientação de militares do HGeCG.

O CMO reafirma sua responsabilidade com a saúde e o bem-estar de sua tropa, ressalta que todos os procedimentos de rotina previstos nas normas da Diretoria de Saúde do Exército foram corretamente adotados e destaca o profissionalismo com que as ações médico-sanitárias foram implementadas por todos os envolvidos na desmobilização.







Campo Grande, 26 de junho de 2009.










______________________________________________________

General-de-Brigada PAULO ROBERTO FERREIRA VIANNA

Chefe do Estado-Maior do Comando Militar do Oeste


Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
Últimas notícias
Scroller Top
Domingo, 04 de Dezembro de 2016
09:00
Maternidade
Sábado, 03 de Dezembro de 2016
10:00
Receita do Dia
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)