Cassilândia, Quinta-feira, 14 de Dezembro de 2017

Últimas Notícias

19/03/2007 21:14

Nota à imprensa

Funasa

Sobre a situação em Minas Gerais na aldeia indígena do município de Carmésia, em Minas Gerais, que fica a 200 quilômetros de Belo Horizonte, a Fundação Nacional de Saúde (Funasa), órgão executivo do Ministério da Saúde informa que:

1 - A Funasa informa que os funcionários da instituição mantidos reféns desde a última quinta-feira (15/3) pelos índios da etnia Pataxó foram liberados no final da tarde de hoje (19/03).

2 - Os dois funcionários serão levados para avaliação médica e psicológica.

3 - A liberação se deu após as negociações feitas pela equipe composta pelo coordenador regional substituto da Funasa em Minas Gerais, Ronaldo Cerqueira Lima, e representantes da Polícia Federal, Ministério Público e Procuradoria da República do Estado de Minas Gerais e as lideranças indígenas.

6 - As reivindicações dos indígenas foram formalizadas em documento e serão encaminhadas para a diretoria da Funasa em Brasília.

7 - A Funasa esclarece que não faltam medicamentos de atenção básica na aldeia. Para atender a demanda de remédios que não são fornecidos pela rede SUS, a Fundação está finalizando um processo de pregão para aquisição dos mesmos

8 - Na última sexta-feira (16), a Funasa liberou R$ 500 mil para a compra dos medicamentos que são mais urgentes, com dispensa de licitação. A Fundação acredita que, até o final desta semana, o problema esteja sanado.

9 - Finalmente, a Presidência da Funasa informa que atitudes antidemocráticas que colocam em risco a vida de funcionários da Fundação que atuam em atendimento à saúde indígena em território nacional, em nada contribuem para a melhoria do atendimento às comunidades. Adverte ainda que não aceita negociar quando essas atitudes visam exclusivamente burlar a Legislação Brasileira que deve ser cumprida, mesmo em se tratando de indígenas brasileiros.

10 - Certos de sua compreensão nos colocamos à disposição para mais esclarecimentos.


Atenciosamente,

Assessoria de Imprensa
Fundação Nacional de Saúde (Funasa)

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
imagem transparente
Últimas notícias
Scroller Top
Quinta, 14 de Dezembro de 2017
10:00
Receita do dia
Quarta, 13 de Dezembro de 2017
10:00
Receita do dia
Terça, 12 de Dezembro de 2017
20:48
Loteria
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)