Cassilândia, Sexta-feira, 15 de Dezembro de 2017

Últimas Notícias

17/06/2008 21:55

Nota à imprensa

Sedh-imprensa

NOTA À IMPRENSA


A Secretaria Especial dos Direitos Humanos da Presidência da República (SEDH/PR), diante do intolerável episódio envolvendo a prisão, tortura, mutilação e execução de três jovens moradores do Morro da Providência, no Rio de Janeiro, expressa sua profunda solidariedade aos familiares das vítimas e a toda a comunidade agredida, adotando os seguintes encaminhamentos:


1. Fica constituída, no âmbito do Conselho de Defesa dos Direitos da Pessoa Humana - CDDPH, uma Comissão Especial integrada pelo Dr. Cézar Britto, Presidente do Conselho Federal da OAB, pela Dra. Gilda Pereira de Carvalho, Subprocuradora Geral da República e Procuradora Federal dos Direitos do Cidadão, e pela Dra. Flávia Piovesan, professora de Direito Constitucional, com o objetivo de investigar no próprio local o que realmente ocorreu, acompanhar os inquéritos em andamento e empenhar-se para que os procedimentos judiciais resultem em punição exemplar e ágil;

2. Essa Comissão Especial, acompanhada pelo ministro desta Secretaria e pelo Ouvidor Nacional dos Direitos Humanos, Fermino Fecchio, se deslocará imediatamente ao Rio de Janeiro para ouvir, in loco, os familiares das vítimas, representantes da comunidade e entidades ligadas à defesa dos Direitos Humanos, reunindo informações que permitam avaliar a veracidade da versão divulgada pelas autoridades policiais, reforçando ou alterando os rumos de investigação que vêm sendo noticiados pela imprensa;

3. A Comissão Especial cuidará de se entrevistar com as autoridades responsáveis pelos inquéritos em curso, com o Ministério Público e com todas as instâncias, no âmbito dos Três Poderes, que possam ser acionadas para assegurar que o trágico episódio resultará em punições rigorosas e adoção urgente de medidas para garantir que esse tipo de violação dos Direitos Humanos não se repita nunca mais;

4. Após essa visita, integrantes da Secretaria Especial dos Direitos Humanos da Presidência da República continuarão presentes no Rio de Janeiro, pelo tempo que for necessário, acompanhando todos os expedientes de apuração e prestando apoio e proteção aos familiares das vítimas e demais membros da comunidade;

5. As diferentes instâncias do Executivo Federal, seguindo orientação expressa do Presidente da República, atuam perfeitamente integradas na reação a estes graves acontecimentos, sendo que compete ao titular da Defesa, ministro Nelson Jobim, o papel central de coordenador das distintas iniciativas, gozando de confiança total desta Secretaria Especial no sentido de que seu empenho, bem como das autoridades militares, será o de exigir inquérito rigoroso e punição exemplar, orientando-se sempre no sentido de assegurar a observância do respeito aos Direitos Humanos;

6. Nessa atuação conjunta, esta Secretaria Especial cuidará de acelerar o diálogo já em curso com a pasta da Defesa e com as três Armas, para concretizar a proposta de introduzir em todos os níveis de formação militar os módulos sobre Direitos Humanos ministrados aos mais de 10.000 integrantes das Forças Armadas brasileiras que já integraram a Missão de Paz das Nações Unidas no Haiti-MINUSTAH, numa missão que tem recebido elogios e reconhecimento internacional.



Brasília, 17 de junho de 2008





Paulo Vannuchi

Ministro da Secretaria Especial dos Direitos Humanos da Presidência da República







Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
imagem transparente
Últimas notícias
Scroller Top
Sexta, 15 de Dezembro de 2017
Quinta, 14 de Dezembro de 2017
21:14
Loteria
10:00
Receita do dia
Quarta, 13 de Dezembro de 2017
10:00
Receita do dia
Terça, 12 de Dezembro de 2017
20:48
Loteria
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)