Cassilândia, Domingo, 11 de Dezembro de 2016

Últimas Notícias

08/02/2008 17:33

Nota à imprensa

Assessoria Funasa

Com relação à reportagem divulgada nesta quinta-feira (07/02), pela agência de notícias 24 Horas News, sobre o Ministério Público Federal (MPF) no Acre ter entrado com ação civil pública contra servidores da Coordenação Regional da Fundação Nacional de Saúde (Funasa), órgão vinculado ao Ministério da Saúde pela utilização indevida de recursos públicos para promoção de viagem, a Funasa esclarece que



1 - Apesar de o texto afirmar que ação civil pública foi impetrada pelo Ministério Público Federal no Acre , a iniciativa da investigação adminstrativa foi tomada pela Coordenação Regional da Funasa no Acre , por meio de Portaria nº 62 de em 25 de junho de 2007, que compôs Comissão de Sindicância para apurar eventuais irregularidades apontadas pelo denunciante no processo interno nº 25106.003.708/2007-40 .


2 – Conforme a Sindicância Administrativa apurou, a viagem ocorreu no período de 05 a 08 de abril 2007 e não em agosto de 2007 como afirma a nota.



3 – A Sindicância transcorreu no prazo legal, tendo sido iniciada em 03 de julho de 2007 e concluída em 27 de agosto de 2007, tomando como primeira providência a expedição de documentos intimatórios dos envolvidos e demais citados bem como outras diligências processuais.



4 – Como resultado da Sindicância, a Comissão concluiu pela procedência parcial das denúncias oferecidas contra o chefe do Distrito Sanitário Especial Indígena (Dsei) de Alto Juruá, Francisco Alcy de Oliveira, e sugeriu a instauração de processo administrativo disciplinar em desfavor do chefe do referido distrito.



5 - O coordenador regional da Funasa no Estado do Acre, José Carlos Pereira Lira, tomou as providências necessárias para instauração do procedimento correicional.





Por fim, a Funasa reitera o compromisso de continuar adotando as medidas que forem necessárias para garantir a total transparência de seus atos de gestão perante a sociedade e o País.



Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
Últimas notícias
Scroller Top
Domingo, 11 de Dezembro de 2016
06:04
Fotogaleria
Sábado, 10 de Dezembro de 2016
10:00
Receita do dia
Sexta, 09 de Dezembro de 2016
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)