Cassilândia, Domingo, 18 de Agosto de 2019

Últimas Notícias

15/09/2018 09:00

Nossa Senhora das Dores

Paróquia de São Pedro

A festa de Nossa Senhora das Dores está ligada a uma antiga tradição cristã. Era inicialmente conhecida pelos nomes de Festa de Nossa Senhora da Piedade e Festa da Compaixão de Nossa Senhora, e celebrada na sexta-feira que antecedia o domingo de Ramos. No ano 1667, a Ordem dos Servitas pediu e obteve do Papa permissão para celebrar a festa de Nossa Senhora das Dores no terceiro domingo do mês de setembro, ficando a celebração com duas datas: uma em pleno tempo da quaresma e outra no mês de setembro. Na primeira festa se ressaltava a paciência e a fortaleza com que Maria suportou os sofrimentos por ocasião da paixão de seu divino Filho e, na segunda, em setembro, o povo celebrava esses sofrimentos com especial atenção para as sete dores sofridas por Maria por ocasião dos seguintes acontecimentos: a profecia do velho Simeão, quando da apresentação de Jesus no templo; a fuga para o Egito; a perda de Jesus aos 12 anos, por ocasião de uma peregrinação a Jerusalém; o encontro com Jesus no caminho do Calvário, a dolorosa crucificação de Jesus; a deposição de Jesus da cruz, em seu colo; e finalmente seu sepultamento. O Papa Bento XII que governou a Igreja de 1724 até 1730, promulgou a festa com o nome de Festa de Nossa Senhora das Dores, e algum tempo mais tarde Pio X fixou a data definitiva da festa no dia 15 de setembro. Na última reforma do calendário litúrgico, essa data foi conservada e, a partir de então, a festa em honra de Nossa Senhora passou a ser celebrada, tanto no Oriente como no Ocidente, com o nome de Festa da Virgem Maria Dolorosa ou Festa de Nossa Senhora das Dores.

Hoje, na festa de Nossa Senhora das Dores, todos nós somos convidados a meditar sobre sua dor e sua participação no mistério da vida, paixão e morte de seu Filho. Que a exemplo de Maria que não permitiu que a enormidade de sua dor a tornasse menos corajosa, paciente, firme e solidária com a dor do mundo, sejamos também nós fortes e corajosos, capazes de dar um passo além das nossas próprias dores e partilhar dos sofrimentos das centenas de mães consumidas pela dor da perda dos filhos que estão sendo pregados na cruz das drogas, do consumismo desenfreado, do hedonismo, da violência e da falta de esperança. Hoje somos também convidados a reverenciar as mães que perderam seus filhos, mas não perderam a coragem de denunciar as situações e sistemas iníquos contrários à vida.

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
imagem transparente
Últimas notícias
Scroller Top
Domingo, 18 de Agosto de 2019
Sábado, 17 de Agosto de 2019
09:00
Santo do Dia
Sexta, 16 de Agosto de 2019
14:00
Padaria artesanal em casa
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)