Cassilândia, Sábado, 10 de Dezembro de 2016

Últimas Notícias

24/11/2008 10:29

Nos últimos anos rebanho bovino de MS encolheu 7%

Fernanda Mathias/Campo Grande News

Estimativa da Scot Consultoria, empresa paulista que atua no mercado de bovinos, aponta que o rebanho de Mato Grosso do Sul encolheu 7% desde 2005. Este índice fica ainda acima da redução média registrada em âmbito nacional, que foi de 6%. O Estado chegou a ter o maior rebanho bovino do País, condição superada pelo vizinho, Mato Grosso.

Em 2005 eram 24.540 animais e já neste ano são estimados 22.823. O consultor da Scot, Fabiano Tito Rosa, afirma que ainda é esperada a contagem oficial do IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística), para que sejam feitos eventuais ajustes.
Ele explica que a estimativa do rebanho atual leva em conta um conjunto de dados, passando pela vacinação e abates.

O consultor observa que a redução do rebanho explica a crise vivida pelo setor frigorífico hoje. Entre 2002 e 2006 o pecuarista enfrentou uma forte crise, com custos muito elevados e preços dos produtos abaixo do crescimento da inflação. “Ele deixou de investir, caiu a produção e além disso descartou matrizes”, conta.

No caso de Mato Grosso do Sul, um agravante para a pecuária foi a ocorrência de focos de febre aftosa em outubro de 2005, que acarretaram na paralisação de exportações, redução de abates e de preços ao produtor. A recuperação do espaço no mercado internacional foi lenta e só se consolidou este ano.

Este abate acelerado de fêmeas fez o rebanho diminuir e hoje são os frigoríficos e o consumidor que enfrentam os maiores problemas. Indústrias menores, com menor poder de compra, já estão fechando as portas porque não conseguem competir com unidades exportadoras. Já o consumidor hoje tem que desembolsar praticamente o dobro para comprar os mesmos cortes que levava para casa há um ano.

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
Últimas notícias
Scroller Top
Sábado, 10 de Dezembro de 2016
Sexta, 09 de Dezembro de 2016
Quinta, 08 de Dezembro de 2016
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)