Cassilândia, Domingo, 04 de Dezembro de 2016

Últimas Notícias

22/11/2012 06:43

Nos pênaltis, Brasil vence Argentina e é bicampeão

FPF

Brasil e Argentina se enfrentaram nesta quarta-feira (21), pela partida de volta do Superclássico das Américas, em Buenos Aires (ARG). Depois de uma vitória argentina por 2 a 1 no tempo normal, os brasileiros venceram por 4 a 3 nas cobranças de pênalti para conseguir o título.

O primeiro lance de gol da Seleção veio aos cinco minutos, no chute de longe de Thiago Neves, que foi longe da meta argentina. Os donos da casa responderam no cruzamento de Montillo, que desviou em Sebá Domínguez e foi para fora.

Neymar, aos 12, partiu com a bola pelo meio, passando pela defesa, mas depois de invadir a área, tentou a jogada com Fred e viu Desábato fazer o desarme. Montillo, aos 15, apareceu novamente em cobrança de falta, que foi por cima da meta de Diego Cavalieri.

Sebá cruzou para a área e quase Martínez conseguiu abrir o placar para a Argentina. Logo em seguida, Fábio Santos fez a jogada e levantou para o desvio de Thiago Neves, que Fred não conseguiu completar. Aos 28, Paulinho arrematou da entrada da área, a bola desviou na defesa, mas Orión defendeu.

Arouca, aos 32, fez o passe para Neymar ficar de frente para o gol, mas, ao tentar encobrir Orión, colocou a bola por cima do travessão. Thiago Neves tentou aos 36 bater de longe e não obteve sucesso na jogada. O Brasil seguia arriscando mais no primeiro tempo, mas sem conseguir sorte nas finalizações.

No começo do segundo tempo, Martínez tentou dominar bola cruzada na pequena área, mas deixou para Diego Cavalieri defender. Aos sete minutos, Neymar cabeceou bola lançada na área por Paulinho sem marcação e mandou por cima da meta argentina.

O Brasil tentava chegar ao ataque, mas não conseguia passar pela defesa argentina. Aos 20, Barcos tentou receber lançamento na direita, mas acabou desarmado pelo zagueiro. Cinco minutos depois, Martínez teve a chance de marcar, mas acabou caindo na área.

Montillo bateu falta aos 33 e zaga do Brasil conseguiu o corte. No minuto seguinte, Martínez foi derrubado na área e o árbitro assinalou o pênalti a favor da Argentina. Scocco foi para a cobrança e abriu o placar na La Bombonera, batendo alto, sem chances de Diego Cavalieri defender.

O Brasil logo reagiu e empatou com Fred. Bernard cruzou da direita, a bola foi desviada pela defesa e o atacante do Fluminense acabou tocando na bola e a colocando no gol.

A Argentina logo foi atrás da reação e marcou aos 44 minutos, em contra-ataque de Montillo, que fez o passe para Scocco mandar o chute na saída de Diego Cavalieri e recolocar os donos da casa na frente do placar.

O resultado levou o jogo para as cobranças de pênalti. Martínez bateu a primeira cobrança e Diego Cavalieri fez a defesa. Thiago Neves cobrou para o Brasil e abriu o placar da série inicial. Montillo foi para a segunda cobrança e chutou para fora.

Jean cobrou a segunda penalidade para o Brasil e colocou dentro das redes, deslocando Orión. A primeira cobrança argentina convertida em gol foi de Sebá. Na sequência, Domínguez bateu forte e Diego Cavalieri não teve tempo de ir para a defesa.

Carlinhos cobrou a sua penalidade, mas Orión defendeu. Scocco, autor dos dois gols argentinos no tempo normal, novamente teve sucesso e empatou a série. Fred tratou de colocar os brasileiros de volta à frente do placar.

No duelo de goleiros, Orión bateu forte e mandou para o fundo das redes, novamente igualando o placar. Coube a Neymar encerrar a série e marcar o gol que deu ao Brasil o título do Superclássico das Américas

Ficha técnica

Argentina 2 (3) x (4) 1 Brasil

Local: La Bombonera, Buenos Aires (ARG);

Árbitro: Enrique Osses (CHI);
Assistentes: Francisco Mondria e Carlos Astroza, ambos do Chile;

Argentina: Orión; Desábato, Sebá Domínguez e Lisandro López; Peruzzi, Guiñazu, Cerro (Ahumada), Montillo e Vangioni; Martínez e Barcos (Scocco).
Técnico: Alejandro Sabella.

Brasil: Diego Cavalieri; Lucas Marques (Bernard), Réver, Durval e Fábio Santos (Carlinhos); Ralf, Paulinho, Arouca (Jean) e Thiago Neves; Neymar e Fred
Técnico: Mano Menezes.

Gol: Scocco (ARG) aos 36 (pen), Fred (BRA) aos 38, Scocco (ARG) aos 44 do segundo tempo

CA: Réver e Fred (BRA)

Pênaltis: Brasil 4 (Thiago Neves, Jean, Fred e Neymar) x 3 (Sebá Domínguez, Scocco e Orión) Argentina. Perderam: Martínez, Montillo (ARG); Carlinhos (BRA).

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
Últimas notícias
Scroller Top
Sábado, 03 de Dezembro de 2016
10:00
Receita do Dia
06:50
Loterias
Sexta, 02 de Dezembro de 2016
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)