Cassilândia, Segunda-feira, 05 de Dezembro de 2016

Últimas Notícias

06/04/2004 08:04

No STJ, Lula ouve críticas à atual proposta de reforma

Gabriela Guerreiro/ABr

O presidente Luiz Inácio Lula da Silva ouviu ontem críticas à reforma do Poder Judiciário enquanto assistia à posse do novo presidente do Superior Tribunal de Justiça (STJ), Edson Vidigal. O presidente da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB), Roberto Busato, disse que a adoção da súmula vinculante como atualmente proposto na reforma é "inibidora da independência dos juízes" e restringe suas prerrogativas obrigando-os a "homologar cartorialmente" comandos pré-estabelecidos. Busato lembrou que, em 1998, o então candidato Lula esteve na OAB e entregou documento em que se mostrava contrário à súmula vinculante.

Segundo Busato, a OAB diverge em alguns pontos da reforma, mas não é contra a defesa da cidadania e do país. O presidente da OAB também criticou a política econômica do governo e cobrou mais ousadia do presidente Lula para promover mudanças no país.

Pelo protocolo da cerimônia de posse no STJ, o presidente Lula não discursou e, por isso, não pôde responder às críticas do presidente da OAB. Já o novo ministro do STJ, Edson Vidigal, saiu em defesa do presidente Lula e cobrou maior harmonia entre os três poderes. Na avaliação de Edson Vidigal, em vez de discussões públicas, os membros do Executivo, do Legislativo e do Judiciário devem atuar juntos, sem discussões públicas. "Ninguém dentre nós, no serviço público, é inimigo de ninguém. Bastam os inimigos do povo. O dinheiro que paga o salário do presidente da República é o mesmo que paga os salários de todos os outros servidores", ressaltou.

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
Últimas notícias
Scroller Top
Segunda, 05 de Dezembro de 2016
21:32
Loteria
13:15
Cassilândia
09:00
Maternidade
Domingo, 04 de Dezembro de 2016
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)