Cassilândia, Terça-feira, 22 de Maio de 2018

Últimas Notícias

15/11/2008 16:20

Neto de João Goulart diz que anistia é desagravo público

Yara Aquino, ABr

Natal - O neto no ex-presidente João Goulart, deposto pela ditadura militar em 1964 e reconhecido hoje (15) pelo governo como anistiado político Cristhofer Goulart afirmou que o ato representa um “desagravo público para um presidente constitucional que foi deposto por um golpe inconstitucional”.

A decisão de anistiar João Goulart foi tomada durante julgamento da Comissão de Anistia Política do Ministério da Justiça, realizado em Natal (RN), durante a 20ª Conferência Nacional dos Advogados do Brasil.

Ele, lembrou que Jango, como era conhecido o avô, foi o único presidente brasileiro a morrer no exílio. “Que o Brasil preste uma homenagem àquele presidente que sequer teve luto oficial na data do seu falecimento. Morreu em 1976, e o silêncio foi a versão oficial do governo ditatorial que na época tinha medo da comoção popular pela morte daquele que era a personificação da queda da democracia brasileira.”

A viúva do ex-presidente, Maria Tereza Goulart, responsável pelo pedido de anistia a Jango, também foi anistiada. Ela receberá reparação econômica na forma de pensão mensal, além de uma indenização.

Jango foi eleito vice-presidente de Jânio Quadros em 1960. No ano seguinte, com a renúncia de Quadros, assumiu a presidência e foi deposto em 1964 pelos militares que então assumiram o poder. O ato marcou o início da ditadura militar no país.

O ex-presidente teve os direitos políticos cassados por dez anos e partiu para o exílio, onde permaneceu até sua morte em 1976, na Argentina. Antes, viveu no Uruguai.

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
imagem transparente
Últimas notícias
Scroller Top
Terça, 22 de Maio de 2018
Segunda, 21 de Maio de 2018
10:00
Receita do dia
Domingo, 20 de Maio de 2018
15:18
Cassilândia/Itajá
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)