Cassilândia, Sábado, 15 de Dezembro de 2018

Últimas Notícias

05/08/2014 21:07

Nenhuma empresa se habilita para assumir pedágios de rodovias de MS

Edivaldo Bitencourt e Aline dos Santos, Campo Grande News

Nenhuma empresa se habilitou, na tarde de hoje, para assumir a concessão de oito rodovias estaduais de Mato Grosso do Sul. A licitação, que previa outorga de R$ 25 milhões e cobrança de pedágio de R$ 4,30 a cada 100 quilômetros, foi declarada deserta pela Agesul (Agência Estadual de Gestão de Empreendimentos).

De acordo com a Comissão de Licitação, 11 empresas adquiriram o edital do certame: Cia Participações e Concessões S/A; Compasa do Brasil Ltda; Construtora Queiroz Galvão S/A; Construtora Saches Tripoloni Ltda; Correio do Estado S/A; Engepar Engenharia e Participações Ltda; Equipe Engenharia Ltda; Lepavi Ltda; Monarca Agromercantil Ltda; Pratika Engenharia Ltda; e Queiroz Galvão Desenvolvimento de Negócios S/A.

No entanto, nenhuma empresa ou consórcio se habilitou para disputar a concessão das rodovias MS-112, MS-135, MS-180, MS-223, MS-289, MS-295, MS-306 e MS-316. A proposta previa o pagamento de no mínimo de R$ 25 milhões para assumir os 464,2 quilômetros.

Como não houve manifestação de interessados, a licitação 027/2014 foi declarada “desertada”. Pelo valor envolvido no negócio, a falta de interessados surpreendeu a equipe da administração estadual, admitiu o coordenador da Central de Licitações da Agesul, Luiz Cândido Escobar.

O Governo pode lançar novamente o edital para tentar atrair interessados. A privatização das estradas tem a finalidade de evitar a degradação das rodovias com a cobrança de pedágio na BR-163 a partir de outubro de 2014, que terá tarifa média de R$ 4,38 a cada 100 quilômetros.

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
imagem transparente
Últimas notícias
Scroller Top
Sábado, 15 de Dezembro de 2018
10:00
Receita do dia
Sexta, 14 de Dezembro de 2018
10:00
Receita do dia
09:00
Santo do dia
06:57
Cassilândia
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)