Cassilândia, Segunda-feira, 18 de Dezembro de 2017

Últimas Notícias

05/08/2014 21:07

Nenhuma empresa se habilita para assumir pedágios de rodovias de MS

Edivaldo Bitencourt e Aline dos Santos, Campo Grande News

Nenhuma empresa se habilitou, na tarde de hoje, para assumir a concessão de oito rodovias estaduais de Mato Grosso do Sul. A licitação, que previa outorga de R$ 25 milhões e cobrança de pedágio de R$ 4,30 a cada 100 quilômetros, foi declarada deserta pela Agesul (Agência Estadual de Gestão de Empreendimentos).

De acordo com a Comissão de Licitação, 11 empresas adquiriram o edital do certame: Cia Participações e Concessões S/A; Compasa do Brasil Ltda; Construtora Queiroz Galvão S/A; Construtora Saches Tripoloni Ltda; Correio do Estado S/A; Engepar Engenharia e Participações Ltda; Equipe Engenharia Ltda; Lepavi Ltda; Monarca Agromercantil Ltda; Pratika Engenharia Ltda; e Queiroz Galvão Desenvolvimento de Negócios S/A.

No entanto, nenhuma empresa ou consórcio se habilitou para disputar a concessão das rodovias MS-112, MS-135, MS-180, MS-223, MS-289, MS-295, MS-306 e MS-316. A proposta previa o pagamento de no mínimo de R$ 25 milhões para assumir os 464,2 quilômetros.

Como não houve manifestação de interessados, a licitação 027/2014 foi declarada “desertada”. Pelo valor envolvido no negócio, a falta de interessados surpreendeu a equipe da administração estadual, admitiu o coordenador da Central de Licitações da Agesul, Luiz Cândido Escobar.

O Governo pode lançar novamente o edital para tentar atrair interessados. A privatização das estradas tem a finalidade de evitar a degradação das rodovias com a cobrança de pedágio na BR-163 a partir de outubro de 2014, que terá tarifa média de R$ 4,38 a cada 100 quilômetros.

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
imagem transparente
Últimas notícias
Scroller Top
Segunda, 18 de Dezembro de 2017
Domingo, 17 de Dezembro de 2017
10:00
Receita do dia
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)