Cassilândia, Segunda-feira, 18 de Dezembro de 2017

Últimas Notícias

08/02/2010 07:25

Nelson Valente: O carnaval de rua é uma imensa charge

(*) Nelson Valente

O carnaval de hoje não é melhor nem pior do que o de antigamente. É certamente diferente. Já vivi o suficiente para me atrever a comparações. Cada um deles tem as suas especificidades e o seu brilho.

Há muitos anos a imprensa divulga que o carnaval de rua morreu. Aliás, morre todos os anos, num fenômeno que não sei explicar. De ressurreição em ressurreição a animação dos paulistas, baianos, pernambucanos e cariocas sobrevivem, sobretudo nos bairros mais populares.

Tivemos os tempos gloriosos dos fantasiados de pierrô e colombina, que passeavam pelas ruas do bairro da Lapa, por exemplo, jogando confete e lança-perfume (na época, um ato inocente). Lembro de um lanterninha do cinema Arte Palácio, na Avenida São João, que fazia dos três dias de Momo o seu período de glória. Saía fantasiado de Carmen Miranda, com castanholas e tudo, colorido a mais não poder, encantando o bairro com o seu passeio bem-humorado.

Com o passar do tempo, o carnaval de rua ganhou outras características, com a valorização do fato político. Segundo Mário de Andrade, são certas deformações que rolam, mas isso é parte da dinâmica da cultura. Hoje é muito mais comum encontrar-se pelas ruas, com o bom humor tradicional dos cariocas, os que, a seu modo, criticam usos e costumes de políticos como Arruda, Prudente e o “esquecido” Valério, os preferidos da massa. Na irreverência que acompanha nosso povo, até mesmo a figura do presidente americano Obama e do presidente da República Lula não escapam das fantasias, com os exageros naturais.

O carnaval de rua é uma imensa charge, executada pelo povo na sua simplicidade e no seu desejo de participação. E isso não se exaure nunca, pois a despeito de uma ideia de descrença generalizada, o que sinto não é bem isso. Os blocos sujos, as fantasias originais, a alegria solitária dos que saem às ruas contando apenas com a sua criatividade - tudo isso dá vida ao carnaval, enriquecendo a festa principalmente em regiões onde, de outra forma, o povo não teria o que comemorar. E isso, felizmente, não morre nunca.

Os excessos cometidos em alguns veículos de comunicação, chama a atenção para: Televisão e Família. É oportuno que se fale sobre isso quando já se está vivendo o período carnavalesco.

É certo que a televisão pode enriquecer a família, mas é indiscutível, pela sua força, que pode também destruí-la, ao difundir valores ligados a comportamentos lamentáveis: pornografia e iamgens de violência brutal, assim como informações manipuladas, publicidade exploradora e falsas visões de vida. Há um mau-gosto enorme na cobertura dos bailes carnavalescos, onde se pratica a máxima do “quanto pior, melhor”.

A desculpa da concorrência não pode servir de biombo para as cenas de Sodoma e Gomorra revividas por algumas das nossas televisões.Isso não se justifica de nenhuma forma.

No Brasil tudo acaba em carnaval, e tudo começa depois do carnaval.

(*) é professor universitário, jornalista e escritor

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
imagem transparente
Últimas notícias
Scroller Top
Segunda, 18 de Dezembro de 2017
Domingo, 17 de Dezembro de 2017
10:00
Receita do dia
Sábado, 16 de Dezembro de 2017
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)