Cassilândia, Quinta-feira, 08 de Dezembro de 2016

Últimas Notícias

02/09/2006 18:51

Naufrágio:identificados militares internados no hospital

Rosana Nunes, do Corumbá Online

Comando do 6º Distrito Naval de Ladário, informou há pouco ao Corumbá On Line, os nomes dos três militares da Marinha boliviana, que estão internados no Hospital Naval da corporação, desde a madrugada deste sábado, após o naufrágio do navio militar "Suarez Arana". O aspirante Fernando Peranta Belzu, 27 anos; o sargento Reinaldo Mamani Maita, 23, e o sub-oficial Sebastião Delgado Medina, 44 anos, sofreram escoriações leves e estão em observação.

Equipes das Marinhas brasileira e boliviana e do Corpo de Bombeiros de Corumbá realizam desde a manhã deste sábado, 02 setembro, o trabalho de resgate à embarcação boliviana, que naufragou no rio Paraguai na noite desta sexta-feira, 1º, na região da Baía de Albuquerque. Oito pessoas estão desaparecidas, sendo três civis, informou o Comando do 6º Distrito Naval de Ladário, que coordena as ações.

Os militares da Armada Naval da Bolívia acreditam que todas estão dentro do navio naufragado. Elas estariam dormindo quando aconteceu o acidente. O navio "Suarez Arana” tinha 22 pessoas a bordo, sendo quatro civis. Os 14 sobreviventes conseguiram nadar até a margem do rio Paraguai e pedir socorro em um hotel pesqueiro na região do Porto Morrinho, distante cerca de 10 quilômetros de onde o navio afundou.

Autoridades da Marinha boliviana, que acompanham a operação, foram proibidas de comentar o caso, mas segundo relatos dos sobreviventes, ventava forte e chovia no momento em que o navio afundou. A embarcação chegou a parar de navegar, esperando as condições melhorarem, mas no retorno da viagem, acabou surpreendida, no encontro das águas do canal com a baía.

O vento, aliado à chuva e as ondas fortes do rio fizeram o navio tombar e afundar rapidamente. A equipe viajava seguia para o Porto Busch, em território boliviano. A região de destino é a única saída autônoma da Bolívia para a hidrovia do rio Paraguai.

No local onde o navio afundou as equipes trabalham conjuntamente na busca dos desaparecidos. A Marinha brasileira isolou a área para garantir segurança e agilidade nas atividades. A embarcação foi localizada por um dos mergulhadores da corporação, a nove metros de profundidade. Não houve vazamento de óleo no local. Mergulhadores vistoriam o interior do navio para buscar vítimas.

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
Últimas notícias
Scroller Top
Quinta, 08 de Dezembro de 2016
10:00
Receita do dia
09:00
Maternidade
Quarta, 07 de Dezembro de 2016
20:20
Loteria
10:00
Receita do dia
09:00
Maternidade
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)