Cassilândia, Domingo, 22 de Setembro de 2019

Últimas Notícias

19/08/2007 13:31

Nadadores brasileiros já planejam Paraolimpíada

Carolina Pimentel/ABr

Rio de Janeiro - Depois de conquistarem 108 medalhas nos Jogos Parapan-Americanos do Rio, os nadadores brasileiros estão de olho nas Paraolímpiadas de Pequim, na China, em 2008. O coordenador da equipe, Murilo Barreto, disse que o Comitê Paraolímpico Brasileiro (CPB) realizará treinamentos para incentivar os atletas. Os locais ainda não foram definidos.

No ínicio do próximo ano, ocorrerão as seletivas para as Paraolímpiadas. A expectativa do técnico é conseguir 15 vagas para o Brasil na competição."A gente viu os atletas que têm mais chances de brigar por uma medalha em Pequim. O Comitê Paraolímpico Brasileiro está criando semanas de treinamento para incentivar e fazer análises clínicas, exames laboratoriais", disse o coordenador.

Nas Paraolímpiadas de Atenas, em 2004, o Brasil conquistou 11 medalhas. Para este ano, estão previstas ainda etapas do Circuito Caixa de Natação e um torneio com a participação de nadadores estrangeiros no Rio de Janeiro, em setembro.

A natação contou com a maior equipe da delegação brasileira, com 60 atletas, porém três caíram na piscina por falta de adversários. O grupo conseguiu também o maior número de medalhas para o Brasil por equipe, 108 no total, sendo 39 de ouro, 30 de prata e 39 de bronze. As últimas finais ocorreram ontem (18) no Parque Aquático Maria Lenk, em Jacarepaguá. No Parapan de Mar Del Plata, na Argentina, em 2003, foram 96 medalhas

Estreante em um Parapan, o paulista Isidoro Mazotini conquistou três medalhas de bronze nos 100 metros livre, 400 metros livre e 50 metros livre da categoria S8 (classificação para nadador com deficiência físico-motora). "Foi uma supresa ganhar três medalhas de bronze em uma competição de nível alto como foi o Parapan-Americano", disse.

Agora, ele pretende intensificar o treinamento em sua cidade natal, Campinas (SP), para garantir uma vaga em Pequim. "Já treino cinco vezes por semana e vou treinar seis vezes em dois períodos", destacou Isidoro, que tem atrofia nos membros inferiores e compete há dois anos.

Indagado se a ausência da equipe principal dos Estados Unidos nos jogos afetou o nível técnico das provas, o treinador Murilo Barreto garantiu que o Brasil iria brilhar mesmo se os principais nadadores norte-americanos tivessem comparecido.

"Os atletas, principalmente do Brasil, quebraram recordes mundiais, o que significa ser o melhor do mundo. Se alguns americanos tivessem vindo, não ia mudar isso. O Clodoaldo ia ganhar, o André Brasil, o Luiz Silva, o Adriano Gomes, a gente tem muitos atletas. O Brasil é uma potência na natação paraolímpica", ressaltou.



Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
imagem transparente
Últimas notícias
Scroller Top
Domingo, 22 de Setembro de 2019
Sábado, 21 de Setembro de 2019
09:00
Santo do Dia
Sexta, 20 de Setembro de 2019
10:00
Receita do Dia
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)