Cassilândia, Domingo, 04 de Dezembro de 2016

Últimas Notícias

01/07/2014 18:37

Na prorrogação, Bélgica derrota EUA e está nas quartas de final

FPF

Encerrando a rodada de oitavas de final da Copa do Mundo 2014, Bélgica e Estados Unidos se enfrentaram na Fonte Nova nesta terça-feira (1/7), com os belgas vencendo na prorrogação pelo placar de 2 a 1.

Logo no começo da partida, De Bruyne lançou Origi, que dominou e bateu para Howard fazer a defesa. A Bélgica se mostrava disposta a pressionar os norte-americanos, que procuravam se posicionar para aproveitar qualquer espaço em campo.

Aos 11 minutos, Mertens bateu escanteio e Fellaini tentou desviar, mas Cameron apareceu para o corte. A primeira boa chance dos Estados Unidos aconteceu aos 20, quando Dempsey participou de tabela com Bradley, e bateu na entrada da área com Courtois ficando com a bola.

De Bruyne teve a chance de abrir o placar aos 22, recebendo passe de Vertonghen e partindo pelo meio, mas não conseguindo acertar a direção do chute. A pressão belga se mostrava mais forte e com a equipe europeia conseguindo encaixar suas jogadas.

Yedlin entrou no lugar do lesionado Johnson aos 30 minutos. Os Estados Unidos procuravam pressionar e aos 40, Bradley fez a jogada para Yedlin, que deixou para Zusi arriscar, mas sem sucesso.

Em contra-ataque belga, Origi fez a jogada para De Bruyne bater de primeira e exigir a defesa do goleiro dos Estados Unidos. Os minutos finais foram mais equilibrados e com os dois times criando chances.

No primeiro minuto do segundo tempo, De Bruyne cruzou da direita para Mertens dar um toque de cabeça na bola e Howard se esticar para defender. Aos nove minutos, Vertonghen cruzou a bola e De Bruyne e Origi não conseguiram finalizar.

Em outra tentativa belga, Origi cabeceou bola cruzada da direita e a bola atingiu o travessão de Howard. A pressão ofensiva era da Bélgica, que tinha posse de bola e conseguia criar suas oportunidades.

Witsel bateu de fora da área aos 23 e mandou ao lado da meta de Howard. Três minutos depois, Mirallas fez o passe para Origi arriscar na saída do goleiro americano e desperdiçar a chance de abrir o placar.

Os Estados Unidos chegaram com Dempsey, que foi para o arremate e Courtois fez a defesa. A resposta belga veio na jogada feita por Orgi para Mirallas para arriscar na saída do goleiro mas sem sucesso.

A pressão da Bélgica seguia forte e Origi mandou chute forte da entrada da área, para nova defesa de Howard. Aos 42, Hazard apareceu pela esquerda e arriscou o chute cruzado que bateu do lado de fora da rede

Aos 44, Kompany tentou completar cruzamento da esquerda, mas pegou mal na bola e Howard foi para a defesa. Os Estados Unidos responderam em jogada na área que Jones desviou e Wondolowski, de frente para o gol, acabou colocando para fora.

Aos dois minutos do primeiro tempo da prorrogação, De Bruyne abriu o placar para a Bélgica, aproveitando jogada de Lukaku, dominou e abriu espaço para bater cruzado e vencer Howard.

Lukaku novamente fez a jogada aos cinco minutos, desta vez entregando a bola para Vertonghen tentar o chute e Howard defender. Os belgas passaram a segurar o resultado e os norte-americanos ganharam espaço em busca do empate.

Aos 14, Lukaku marcou o segundo gol belga, recebendo passe de De Bruyne para arriscar de primeira sem chances de Howard ficar com a bola.

Os Estados Unidos iniciaram a reação e marcaram o gol no primeiro minuto do segundo tempo com Green, que completou cruzamento de Bradley, tirar a chance de Courtois defender e fazer o gol.

Jones quase marcou o gol de empate aos dois minutos, aproveitou desvio de Wondolowski para arriscar o chute e mandar a bola para fora. A Bélgica respondeu com Lukaku, que fintou González e bateu para nova defesa de Howard.

Na tentativa de jogada ensaiada em cobrança de falta, Dempsey tentou aproveitar para o chute e Courtois fez a defesa. A Bélgica se segurou até o fim para garantir a vitória e a classificação.

Ficha Técnica

Bélgica 2 x 1 Estados Unidos

Local: Arena Fonte Nova, Salvador (BA);

Árbitro: Djamel Haimoudi (ALG);
Assistentes: Redouane Achik (MAR) e Abdelhak Etchiali (ALG)

Bélgica: Courtois; Alderweireld, Van Buyten, Kompany e Vertonghen; Witsel, Fellaini, Mertens (Mirallas), De Bruyne e Hazard (Chadli); Origi (Lukaku).
Técnico: Marc Wilmots.

Estados Unidos: Howard; Beasley, Besler, González e Johnson (Yedlin); Jones, Cameron, Bradley e Zusi (Wondolowski); Dempsey e Bedoya (Green)
Técnico: Jurgen Klinsmann.

Gols: De Bruyne (BEL) aos 2, Lukaku (BEL) aos 14 do primeiro tempo da prorrogação, Green (EUA) a 1 do segundo tempo da prorrogação

CA: Kompany (BEL) e Cameron (EUA)

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
Últimas notícias
Scroller Top
Domingo, 04 de Dezembro de 2016
09:00
Maternidade
Sábado, 03 de Dezembro de 2016
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)