Cassilândia, Quinta-feira, 14 de Dezembro de 2017

Últimas Notícias

14/07/2004 16:28

Municípios reclamam dos valores de fundo constitucional

Waldemar Gonçalves Jr. / Campo Grande News

A Assomasul (Associação dos Municípios de Mato Grosso do Sul) aponta que a previsão de crescimento do FPM (Fundo de Participação dos Municípios) para este mês, de 3%, está frustrando os prefeitos no Estado. Segundo reportagem divulgada há pouco no site da entidade, com base em informações do seu próprio presidente, Dirceu Lanzarini (PL), em junho houve queda de 35% no valor do repasse, significando que, ainda este mês, as administrações municipais estão amargando queda de 32%.
Se confirmado o repasse até o fim do mês, conforme comunicado da Secretaria do Tesouro Nacional feito esta semana à Assomasul, os 77 municípios do Estado vão dividir pouco mais de R$ 21 milhões.
De acordo com Lanzarini, o primeiro repasse do FPM efetuado no dia 10, foi de R$ 13,5 milhões e para os dias 20 e 30 a Secretaria do Tesouro Nacional adiantou que a transferência constitucional será de apenas R$ 4,8 milhões e R$ 2,7 milhões, totalizando R$ 21 milhões.
Constituído de 22.5% do que o País arrecada de IPI (Imposto sobre Produtos Industrializados) e do Imposto de Renda, o Fundo é repassado a cada dez dias às prefeituras, explica a matéria da Assomasul.
A entidade aponta que a redução dos repasses vem obrigando prefeituras a adotar medidas de contenção.
Para o prefeito de Costa Rica, Waldeli dos Santos Rosa (PMDB), vice-presidente da Assomasul, cujo município sobrevive basicamente dos repasses constitucionais, se não houve uma recuperação das finanças até o fim do ano, os prefeitos não terão condições de pagar o 13º salário dos servidores públicos.
Em janeiro deste ano, o fundo constitucional rendeu R$ 27.748.461,61 e R$ 30.304.119,30 no mês seguinte. Em março, a transferência dos recursos foi de R$ 24.525.031,31, registrando pequena elevação em abril, quando totalizou R$ 27.014.977,33.
Em maio, o repasse foi maior, R$ 31.463.108.53, contra os R$ 20.442.104,56, transferidos em junho, o pior até agora.

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
imagem transparente
Últimas notícias
Scroller Top
Quinta, 14 de Dezembro de 2017
10:00
Receita do dia
Quarta, 13 de Dezembro de 2017
10:00
Receita do dia
Terça, 12 de Dezembro de 2017
20:48
Loteria
Segunda, 11 de Dezembro de 2017
20:42
Loteria
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)