Cassilândia, Domingo, 17 de Dezembro de 2017

Últimas Notícias

01/07/2016 08:20

Municípios querem mesma condição de pagamento de dívida dada ao Estado

Campo Grande News

Com cofres municipais vazios, o presidente em exercício da Assomasul (Associação dos Municípios de Mato Grosso afirmou durante reunião na tarde de ontem (30), com diversos prefeitos, que tentará conseguir as mesmas condições de negociação da dívida que o governo do Estado para os municípios. O assunto será levado para a reunião do Conselho Político da CNM (Confederação Nacional de Municípios), que acontece na segunda-feira (4), em Florianópolis (SC).

O acordo fez com que Mato Grosso do Sul economizasse R$ 600 milhões, e o Estado voltará a repassar gradualmente o valor da dívida à União em 2017. Em janeiro, são 5% do total da parcela e em junho o pagamento será retomado integralmente. Com o novo prazo, a dívida foi estendida em mais de 20 anos. O valor da parcela cheia, portanto, sofrerá uma redução de R$ 100 milhões por mês para aproximadamente R$ 40 milhões.

“Queremos que a União nos dê o mesmo tratamento, as mesmas condições dadas aos governadores para que os municípios possam amenizar a situação de crise que se encontram no momento”, afirmou o presidente em exercício da Assomasul.

Outro motivo que vem preocupando é o repasse do FPM (Fundo de Participação dos Municípios), que vem caindo nos últimos meses. “Esperávamos receber 1%, mas no dia 8 de julho será repassado apenas 0,75% da participação”, reclama. Segundo ele, esta situação também está sendo analisado pelo Conselho Jurídico.

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
imagem transparente
Últimas notícias
Scroller Top
Domingo, 17 de Dezembro de 2017
10:00
Receita do dia
Sábado, 16 de Dezembro de 2017
Sexta, 15 de Dezembro de 2017
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)