Cassilândia, Sábado, 10 de Dezembro de 2016

Últimas Notícias

24/10/2014 13:47

Multas por ultrapassagem vão doer até 1000% a mais no bolso

Diário da Região

A matéria de autoria da jornalista Larissa de Oliveira, do Diário da Região, é de interesse para quem reside em Mago Grosso do Sul, Mato Grosso , Goiás e utiliza a rodovia Euclides da Cunha. Também mostra quanto o motorista vai pagar em caso de ultrapassagem perigosa. Leia com atenção, porque além dos pontos vai doer em seu bolso.

 

'Motoristas acostumados a fazer ultrapassagens perigosas, pelas estradas do País, devem preparar o bolso ou começar a andar dentro da lei. A partir do dia 1º de novembro, entram em vigor os novos valores das multas, com reajustes entre 333% e 1.000%.

Essas infrações são cometidas, principalmente, em pistas simples, como a rodovia Transbrasiliana (BR-153), que corta a região de Rio Preto. Desde o surgimento do Código de Trânsito Brasileiro (CTB), que foi criado em 1997 e entrou em vigor em 1998, é a primeira vez que os valores das multas por ultrapassagens perigosas são alterados. Os reajustes foram feitos com base na Lei 12.971/2014, sancionada em maio, e modifica 11 dispositivos (artigos e incisos) do código. Antes, o reajuste era pela Unidade de Referência Fiscal (Ufir).

Atualmente, os motoristas que são flagrados fazendo ultrapassagens pelo acostamento são multados em R$ 127,69. A partir do próximo mês, a multa custará R$ 957,70. Um aumento de 750%. No caso das ultrapassagens em locais proibidos/perigosos, como em curvas, trevos em níveis, subidas (aclives) e em locais sem visibilidade, o valor atual da multa é de R$ 191,54. Com a nova lei em vigor, o valor aumento 500%, indo para custará R$ 957,70.

O maior aumento, de 1.000%, será nas multas para quem trafega em pista simples e força a passagem entre veículos que estão em sentidos opostos. A multa para essa ultrapassagem, que chega a obrigar o outro veículo a sair da pista para evitar um acidente, vai saltar dos atuais R$ 191,54 para R$ 1.915,40. Além de pesar no bolso, em todas as situações de infração os motoristas perdem sete pontos da carteira de habilitação. O condutor flagrado reincidindo nos 12 meses seguintes terá a multa dobrada, alcançando o valor de R$ 3.830,80.

De acordo com o Núcleo de Policiamento e Fiscalização, da 9ª Delegacia da Polícia Rodoviária Federal de Rio Preto, 1.431 multas por ultrapassagens perigosas foram aplicadas de janeiro até ontem. As infrações foram cometidas ao longo dos 131 quilômetros fiscalizados pela base, de Icém a Ubarana. A mais cometida pelos motoristas, segundo o núcleo, é a ultrapassagem em faixa dupla contínua. Na tarde de ontem, o Diário flagrou motoristas se arriscando em ultrapassagens perigosas na rodovia Transbrasiliana (BR-153).

Em um dos casos, um motorista ultrapassou um caminhão, em uma subida, o que é classificado como ultrapassagem em lugar de alto risco. Além disso, a faixa era dupla contínua, o que agrava a infração cometida pelo motorista. Na outra infração, um motociclista ultrapassou um caminhão-tanque também na subida. No trecho não era permitida a ultrapassagem para a moto, pois a faixa era contínua para o sentido em que o motociclista e tracejada para no outro sentido.

Para o presidente da Associação dos Despachantes de Rio Preto, Ricardo Tokoi, a lei foi sancionada como uma aposta para conter os abusos. "Infelizmente, somente assim as pessoas passam a tomar cuidado na direção. Afinal, vai pesar no bolso. Os números de ultrapassagens e acidentes são altos. Nunca se falou antes em aumentar os valores das multas. No começo as pessoas serão multadas e se assustarão com os valores, mas a longo prazo, a medida terá o efeito desejado. O de redução de infrações e acidentes."

O novo valor das multas valerá para quem for flagrado disputando "racha" ou participando de competições de arrancadas ou derrapagens nas vias públicas. Atualmente, a multa é de R$ 574, 62. Com o reajuste, a multas será de R$ 1.91540. Além de perder sete pontos da carteira, o motorista envolvido em "racha" poderá ficar preso de 6 meses a 10 anos.

Região liga oito radares amanhã

Oito radares começam a operar amanhã na região. Quatro deles estão instalados em dois trechos da rodovia Euclides da Cunha (SP-320), em Tanabi (km 477 e 479), começam a multar a partir de amanhã. A informação foi confirmada ontem pela assessoria do Departamento de Estradas e Rodagem (DER), de acordo com publicação no Diário Oficial. Os outros quatro radares, que estão instalados na rodovia Jornalista José Villibaldo de Freitas próximo a Novo Horizonte (km 417) e na rodovia Cassio Primiano (km 417) próximo a Mendonça, também serão ligados amanhã.

No dia 20 do mês passado, outros quatro radares instalados na Euclides da Cunha, próximos a Jales (km 583) e Santa Fé do Sul (km 623), também começaram a funcionar. Os equipes multarão os motoristas que excederem o limite de velocidade da Euclides - que foi duplicada no início deste ano - é de 110 km/h por hora para veículos leves e 90 km/h para veículos pesados.

Transitar com velocidade até 20% acima do permitido nas rodovias estaduais paulistas é considerada uma infração média e pode resultar em multa de R$ 86,13, além de render quatro pontos na carteira de habilitação. Quando o motorista é flagrado em velocidade 50%, ou mais, acima do máximo permitido, o motorista perde sete pontos na carteira, além de levar uma multa de R$ 574, se tratando de infração gravíssima.

Outros radares instaladas na rodovia Euclides da Cunha em Votuporanga (516) e Fernandópolis (km 551) já foram homologados pelos técnicos do Instituto de Pesos e Medidas do Estado de São Paulo (Ipem-SP). Agora, falta a publicação no Diário Oficial para o início da operação. A previsão é que sejam ligados neste mês.'

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
Últimas notícias
Scroller Top
Sábado, 10 de Dezembro de 2016
10:00
Receita do dia
Sexta, 09 de Dezembro de 2016
Quinta, 08 de Dezembro de 2016
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)