Cassilândia, Segunda-feira, 18 de Dezembro de 2017

Últimas Notícias

01/07/2016 12:40

Mulheres lideram renegociação de dívidas

RP1 Comunicações

Com o cenário econômico incerto e a crescente queda do consumo, muitos varejistas buscam alternativas para fidelizar o cliente e, dessa forma, continuar incentivando as compras. Assim, a oferta de opções de meios, condições de pagamento e juros baixos têm sido algumas das soluções adotadas. Um dos instrumentos de pagamento que tem voltado a figurar entre os consumidores neste ano de recessão é o cheque. Segundo o levantamento trimestral do Perfil do Consumidor Inadimplente realizado pela Central de Recuperação do TeleCheque, serviço oferecido pela MultiCrédito, 51% das mulheres utilizaram o meio de pagamento e entraram em contato com a empresa para renegociar seus débitos.

O estudo foi elaborado com base nos 800 consumidores que procuraram o serviço de renegociação de dívidas entre os meses de março e maio de 2016. Nesse período, quem mais renegociou as dívidas foram as mulheres casadas, entre 31 e 40 anos, com um dependente, com segundo grau completo, que atuam em empresas privadas. O valor médio dos débitos do público feminino foi de R$ 200 a R$ 499,99, os principais gastos foram com alimentação (10,5%), farmácias (4,87%) e vestuário (4,75%), e a principal causa foi o descontrole financeiro.

Ainda de acordo com a pesquisa, entre os homens que utilizam o cheque como meio de pagamento, a inadimplência foi de 23,75% por descontrole financeiro, mas com gastos com a manutenção e acessórios automotivos. Vale destacar que a inadimplência por conta do desemprego cresceu 15,9% entre homens e mulheres na comparação com os números do mesmo período de 2015.

"O indicador mostra a diferença no hábito de compras entre homens e mulheres, independente do que compram mesmo com crescimento do desemprego, o descontrole financeiro ainda é a maior causa da falta de pagamento das dívidas. O consumidor que possui uma boa educação financeira, consequentemente tem um maior controle de suas finanças e grandes chances de não se tornar um devedor nesse atual cenário econômico", Carlos Eduardo Souza, Diretor nacional de recuperação e atendimento.

A pesquisa ainda traz um dado interessante: se comparada com a análise do último trimestre, a procura por renegociação entre os consumidores cresceu 2,04%; já o aumento de consumidores desempregados que procuraram a empresa para renegociar foi de 33%.

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
imagem transparente
Últimas notícias
Scroller Top
Segunda, 18 de Dezembro de 2017
Domingo, 17 de Dezembro de 2017
10:00
Receita do dia
Sábado, 16 de Dezembro de 2017
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)