Cassilândia, Terça-feira, 12 de Dezembro de 2017

Últimas Notícias

27/02/2007 15:56

Mulher morre em Campo Grande vítima de leishmaniose

Milena Crestani - Midiamax

A professora aposentada Izem Maciel Lescano, de 74 anos, morreu no último sábado, dia 24 de fevereiro, no Hospital El Kadri, em Campo Grande, vítima de leishmaniose visceral, conforme foi confirmado pela infectologista Haydee Marina do Valle. A mulher estava internada há mais de um mês no hospital com a doença e acabou não resistindo.

A idosa teve pneumonia e insuficiência renal e acabou tendo a doença agravada pela infecção. Essa seria a primeira morte do ano em Mato Grosso do Sul devido à leishmaniose, já que no ano passado, conforme balanço divulgado pela Secretaria Estadual de Saúde, foram 19 mortes.

A infectologista Haydee do Valle ressaltou que quando a paciente procurou o hospital já estava com a doença bem agravada, mas garantiu que ela teve todo o atendimento necessário para sua recuperação. No ano passado 190 casos da doença foram confirmados, sendo 127 deles em Campo Grande, onde nove pessoas morreram em conseqüência da leishmaniose.

O CCZ (Centro de Controle de Zoonoses) montou ações estratégicas para controlar o avanço da doença, principalmente na Capital, sendo que equipes realizaram o chamado “censo canino” para levantar quantos cães existem na Capital e quantos destes estariam contaminados. A leishmaniose é transmitida ao cão através da picada do mosquito flebótomo, conhecido como palha.

Quando o animal está contaminado ele emagrece, as unhas crescem e há queda de pêlos, sendo que há necessidade de procurar o CCZ para que o cão seja exterminado. As pessoas devem ficar atentas para os sintomas da leishmaniose. O homem apresenta febre, fraqueza, emagrecimento e crescimento do abdômen.

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
imagem transparente
Últimas notícias
Scroller Top
Terça, 12 de Dezembro de 2017
Segunda, 11 de Dezembro de 2017
20:42
Loteria
10:00
Receita do dia
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)