Cassilândia, Sábado, 17 de Novembro de 2018

Últimas Notícias

19/01/2018 16:44

Mulher mantida em cárcere privado pelo namorado por cinco dias foi estuprada

Redação

A mulher mantida em cárcere privado durante cinco dias, em uma casa no bairro de São Tomé de Paripe, no subúrbio de Salvador, pelo namorado, relatou à polícia ter sido vítima de estupro. As informações foram confirmadas ao G1 nesta sexta-feira (19), pela delegada Vânia Matos.

Durante o depoimento, a vítima contou que Juscelino dos Santos Correia fez sexo sem o consentimento dela, enquanto ela estava com pés e mãos amarrados. Ela foi encaminhada para acompanhamento psicológico.

Ainda conforme a delegada, que é titular da Delegacia Especial de Atendimento à Mulher (Deam), a mulher passou por exames de corpo de delito.

Juscelino, que trabalhava perto do imóvel e fugiu ao perceber a aproximação da polícia, está sendo procurado pela polícia.

O mandado de prisão preventiva contra ele deve ser expedido por um juíz também nos próximos dias. De acordo com a delegada Vânia Matos, ele responderá por sequestro, cárcere privado e estupro.

O ex-companheiro da vítima, responsável por acionar a polícia, já prestou declarações sobre o caso. Ele fez a denúncia depois que a mulher conseguiu entrar em contato com ele, e informou a situação.

Caso
A vítima foi mantida com mãos e pés amarrados, com as próprias roupas, durante cinco dias, em uma casa no bairro de São Tomé de Paripe, no subúrbio de Salvador. Ela foi libertada por policiais, na quarta-feira (17), depois de conseguir falar com o ex-namorado, que acionou a polícia.

O suspeito do crime é o namorado dela, que é procurado pela polícia. De acordo com a Secretaria de Segunça Pública da Bahia (SSP-BA), a vítima foi encontrada fraca, por falta de alimentação.

Ainda segundo a SSP, o agressor, identificado como Juscelino dos Santos Correia, o agressor, mantinha a vítima presa enquanto saía para trabalhar. A mulher era ameaçada com uma arma de fabricação artesanal, que foi apreendida pela polícia.

O suspeito trabalhava perto do imóvel onde a mulher era mantida, e fugiu ao perceber a aproximação da polícia. Após ser resgatada, a vítima foi levada para a Unidade de Pronto Atendimento (UPA) do bairro, onde recebeu cuidados médicos.

Em seguida, ela foi encaminhada para a Delegacia Especial de Atendimento a Mulher (Deam), em Periperi, onde o caso foi registrado.

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
imagem transparente
Últimas notícias
Scroller Top
Sexta, 16 de Novembro de 2018
22:20
Cassilândia
Quinta, 15 de Novembro de 2018
09:00
Santo do dia
Quarta, 14 de Novembro de 2018
09:00
Santo do dia
Terça, 13 de Novembro de 2018
17:57
Cassilândia/Paranaiba/Chapadão
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)