Cassilândia, Segunda-feira, 20 de Agosto de 2018

Últimas Notícias

19/01/2018 16:44

Mulher mantida em cárcere privado pelo namorado por cinco dias foi estuprada

Redação

A mulher mantida em cárcere privado durante cinco dias, em uma casa no bairro de São Tomé de Paripe, no subúrbio de Salvador, pelo namorado, relatou à polícia ter sido vítima de estupro. As informações foram confirmadas ao G1 nesta sexta-feira (19), pela delegada Vânia Matos.

Durante o depoimento, a vítima contou que Juscelino dos Santos Correia fez sexo sem o consentimento dela, enquanto ela estava com pés e mãos amarrados. Ela foi encaminhada para acompanhamento psicológico.

Ainda conforme a delegada, que é titular da Delegacia Especial de Atendimento à Mulher (Deam), a mulher passou por exames de corpo de delito.

Juscelino, que trabalhava perto do imóvel e fugiu ao perceber a aproximação da polícia, está sendo procurado pela polícia.

O mandado de prisão preventiva contra ele deve ser expedido por um juíz também nos próximos dias. De acordo com a delegada Vânia Matos, ele responderá por sequestro, cárcere privado e estupro.

O ex-companheiro da vítima, responsável por acionar a polícia, já prestou declarações sobre o caso. Ele fez a denúncia depois que a mulher conseguiu entrar em contato com ele, e informou a situação.

Caso
A vítima foi mantida com mãos e pés amarrados, com as próprias roupas, durante cinco dias, em uma casa no bairro de São Tomé de Paripe, no subúrbio de Salvador. Ela foi libertada por policiais, na quarta-feira (17), depois de conseguir falar com o ex-namorado, que acionou a polícia.

O suspeito do crime é o namorado dela, que é procurado pela polícia. De acordo com a Secretaria de Segunça Pública da Bahia (SSP-BA), a vítima foi encontrada fraca, por falta de alimentação.

Ainda segundo a SSP, o agressor, identificado como Juscelino dos Santos Correia, o agressor, mantinha a vítima presa enquanto saía para trabalhar. A mulher era ameaçada com uma arma de fabricação artesanal, que foi apreendida pela polícia.

O suspeito trabalhava perto do imóvel onde a mulher era mantida, e fugiu ao perceber a aproximação da polícia. Após ser resgatada, a vítima foi levada para a Unidade de Pronto Atendimento (UPA) do bairro, onde recebeu cuidados médicos.

Em seguida, ela foi encaminhada para a Delegacia Especial de Atendimento a Mulher (Deam), em Periperi, onde o caso foi registrado.

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
imagem transparente
Últimas notícias
Scroller Top
Segunda, 20 de Agosto de 2018
Domingo, 19 de Agosto de 2018
09:00
Santo do dia
Sábado, 18 de Agosto de 2018
09:00
Santo do dia
Sexta, 17 de Agosto de 2018
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)