Cassilândia, Sexta-feira, 09 de Dezembro de 2016

Últimas Notícias

02/10/2013 13:33

Mulher foi degolada, morta e queimada por quebrar duas garrafas de bebida

Midiamax

De acordo com o delegado da 3ª Delegacia de Polícia Civil de Campo Grande, Fábio Sampaio, o assassino de Viviane Rodrigues de Matos, 31 anos encontrada morta e ainda em chamas no último dia 6 de setembro, Fernando Augusto dos Reis Guimarães, afirmou que apostava na impunidade. “Ele disse que achou que nunca seria pego, que sairia impune do crime”, garante o delegado.

O crime foi confessado pelo proprietário da boate Paraíso, localizada no Jardim Colúmbia onde Viviane trabalhava. Fernando Augusto, 24 anos, está preso junto com José Carlos da Silva, 26 anos, conhecido como “Beto”.

Fábio afirma que o homem foi quatro vezes de forma espontânea a delegacia e que nunca apresentou nenhum tipo de reação, sempre demonstrando frieza em relação ao caso. “Quando as evidências foram colocadas ele não teve como fugir e confessou o assassinato. Mas sempre de maneira muito fria”, confirma.

Fernando relatou a dinâmica do crime com riqueza de detalhes. Segundo ele, na noite de quinta-feira haviam muitas pessoas na boate e todos ingeriram grande quantidade de bebidas alcoólicas. Em dado momento a vítima teria subido no caixa da boate para dançar, tendo desobedecido a ordem de descida dada pelo dono da boate”, explica o delegado.

Descontente com a atitude de Viviane que teria quebrado duas garrafas de champanhe, Fernando combinou com “Beto” de dar uma surra nela, quando todos fossem embora. Viviane foi espancada, degolada e queimada pelos homens, garante o delegado

As evidências

De acordo com o delegado as evidências levaram à solução do crime. A polícia possui imagens do posto de gasolina onde os homens compraram combustível para atear fogo ao corpo e também o sangue no quarto, que foi constatado com o uso do luminol.

A policia ainda tem dúvidas em relação às circunstâncias da morte. Embora os homens afirmem que Viviane já estava morta quando atearam fogo ao corpo, a polícia acredita que a mulher possa ter sido queimada viva. “Exames estão sendo feitos para comprovar ou não essa hipótese”.

Os dois homens foram apresentados à imprensa na manhã desta quarta-feira (01). Augusto dos Reis Guimarães vai ser indiciado por homicídio e favorecimento à prostituição e José Carlos da Silva será indiciado por homicídio.

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
Últimas notícias
Scroller Top
Sexta, 09 de Dezembro de 2016
Quinta, 08 de Dezembro de 2016
10:00
Receita do dia
09:00
Maternidade
Quarta, 07 de Dezembro de 2016
20:20
Loteria
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)