Cassilândia, Quinta-feira, 02 de Abril de 2020

Últimas Notícias

26/02/2020 07:40

Mulher é presa por emprestar conta do banco para ex praticar golpes no OLX

Campo Grande News

 

Uma mulher, de 35 anos, foi presa por participar de golpes utilizando o site de vendas OLX. Para a polícia, o suspeito afirmou que emprestava a conta bancária para o ex-marido, um presidiário que usava o dinheiro do crime para investir no tráfico de drogas e para manter faccionados dentro das unidades penais.

No dia 18 de fevereiro a vítima procurou a polícia e relatou que começou a negociar uma motocicleta CG Titan 150 no site OLX, pelo valor de R$ 6,2 mil. Para isso, conversou com o anunciante, que se identificou como Agnaldo. O homem contou que a moto estava com um primo dele, mas que negociaria toda a transação porque o parente estava devendo um dinheiro a ele.

Durante as negociações, Agnaldo pediu para a vítima ir ver a motocicleta, explicou que ela estava com um ex-funcionário e por isso os dois não se encontrariam. No entanto, toda a situação foi montada pelo estelionatário. A motocicleta, na verdade, pertencia a outra pessoa, que realmente tentava vender o veículo por um anúncio no site.

Para completar a farsa, o suspeito também entrou em contato com o verdadeiro dono da moto, afirmou que um ex-funcionário ia ver o veículo e pediu para o anunciante se identificar como seu primo. Depois de ver a Titan e sem desconfiar do golpe, a vítima transferiu o dinheiro para uma conta corrente da Caixa Econômica Federal.

Assim que o pagamento foi confirmado, a vítima perdeu o contato com Agnaldo e resolveu procurar o homem que mostrou a moto para ele. Só então descobriu que o “mediador” do negócio nunca teve autorização para fazer isso.

Com o boletim de ocorrência registrado, a 1ª Delegacia de Polícia Civil iniciou as investigações e descobriu que os golpistas sempre copiavam o anúncio verdadeiro, porém oferecendo o mesmo produto por um valor mais baixo. Quando era procurado por um possível comprador, entrava em contato com o vendedor para pedir que ele se identificasse como seu parente para justificar a história inventada por eles.

Assim, quando o interessado pela compra se encontrava com o real proprietário do produto, acabava acreditando na versão contata pelo “intermediário” e realizando o pagamento.

A proprietária da conta bancária foi identificada e presa pelos crimes de estelionato e associação criminosa. Ela relatou à Polícia Civil que os golpes eram aplicados pelo ex-marido, que está preso, e que ela apenas fornecia a conta para o recebimento dos valores. Com a mulher foram apreendidos R$ 3.050,00 que seriam da vítima.

Conforme as investigações, todo o dinheiro dos golpes era usado para o tráfico de drogas e para manter faccionados no interior do presídio.

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
imagem transparente
Últimas notícias
Scroller Top
Quinta, 02 de Abril de 2020
10:00
Receita do Dia
Quarta, 01 de Abril de 2020
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)