Cassilândia, Terça-feira, 26 de Setembro de 2017

Últimas Notícias

22/07/2017 18:34

Mulher desacata policiais durante Operação Cidade Tranquila em MS e duas são pre

G1MS

O desacato de uma mulher de 43 anos aos policiais que trabalhavam na Operação Cidade Tranquila, no bairro Jardim Paulista, em Campo Grande, foi o suficiente para causar tumultuo na região onde as noites de sextas-feiras costumam gerar reclamações dos moradores por causa da concentração de bares.

A mulher e uma jovem de 27 anos acabaram detidas por incitação ao crime na 2ª Delegacia de Polícia da capital, mas o caso foi registrado na Delegacia de Pronto Atendimento Comunitário (Depac) do bairro Piratininga.

A Polícia Militar estava na rua Trindade para desobstruir a via e após várias tentativas, acionou equipes do Batalhão do Choque que utilizou meios de força moderada. Como a ordem não era acatada, os policiais usaram agentes químicos para dispersar a multidão.

Segundo o registro policial, depois da dispersão, a suspeita teria começado a gritar: “seus bostas, eu sou empresária e pago os seus salários”. A atitude foi o suficiente para chamar a atenção dos presentes que começaram a rir da ação policial e, com isso, a diminuir e menosprezar a operação. Ela ainda se recusou a fornecer a identidade, foi então que recebeu voz de prisão por desacato e recusa de dados.

Ao ser conduzida para a viatura, a mulher passou a resistir e foi necessário o uso de força moderada, que resultou em lesão aparente no braço esquerdo e no cotovelo esquerdo.

Nesse momento, uma jovem se apresentou como advogada da detida e ao se identificar passou a desdenhar da inteligência das equipes policiais, “deixando claro que os policiais se tratavam de bestializados e desprovidos de inteligência e conhecimento de suas funções incitando as demais pessoas contra a equipe policial”.

A jovem também recebeu voz de prisão por desacato e houve resistência contra condução até a viatura que resultou em lesões aparentes no rosto, braços e pulsos. Ela acabou algemada.

Na delegacia, os advogados das duas detidas se apresentaram e receberam os aparelhos celulares e a chave do veículo de uma delas. O caso foi registrado como incitação ao crime.

Desacato

Um homem de 30 anos foi preso por desacato durante operação policial no bairro Vila Olinda, na capital sul-mato-grossense, na noite de sexta-feira (21). De acordo com o boletim de ocorrência, os policiais estavam recolhendo uma motocicleta estacionada em local proibido quando ele começou a questionar a ação.

Os policiais ainda questionaram se ele era o proprietário do veículo, o homem respondeu que não, mas continuou atrapalhando o trabalho os agentes. Foi ordenado então que o suspeito se afastasse, ele disse que os policiais iriam se arrepender porque não sabiam com quem estavam falando.

O suspeito estava com três aparelhos celulares, um com carcaça danificada, outro com carcaça e tela danificadas e outro sem funcionar. Além disso, foram encontrados R$ 216 com ele.

O caso também foi registrado na Depac Piratininga como desacato e desobediência.

 

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
imagem transparente
Últimas notícias
Scroller Top
Segunda, 25 de Setembro de 2017
10:00
Receita do dia
Domingo, 24 de Setembro de 2017
18:01
Município suspende aulas
11:00
Mundo fitness
10:00
Receita do dia
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)