Cassilândia, Segunda-feira, 28 de Maio de 2018

Últimas Notícias

08/05/2015 07:48

Mulher de 67 anos morre em decorrência da dengue hemorrágica

Dourados News

A Sesau (Secretaria Municipal de Saúde) de Campo Grande, confirmou a primeira morte por dengue na Capital. Amelia Guenka Silva, 67 anos, moradora do bairro Monte Castelo, morreu na última segunda-feira, dia 04 de maio, poucas horas depois de dar entrada no Hospital Universitário. Segundo o site Campo Grande News, o exame apontou que a provável causa da morte foi por Febre Hemorrágica da Dengue (FHD).

Segundo informações de familiares, a mulher chegou a ser levada para Unidade de Saúde do bairro Coronel Antonino onde recebeu o atendimento primário e foi liberada. Pouco tempo depois ela voltou a sentir fortes dores e foi encaminhada para o Hospital Universitário, onde morre por volta das 18h30.

De acordo com o médico infectologista Rivaldo Venâncio, a dengue hemorrágica pode causar insuficiência renal e cerca de 2% e 5% dos casos, este tipo de dengue pode evoluir para a insuficiência renal aguda.

Outras complicações da doença também são miocardite, hepatite, insuficiência hepática, quadros neurológicos, hemorragias graves e choque. Segundo Venâncio, em alguns casos pode ser necessária a diálise.

“É importante ficar atento aos primeiros sintomas da dengue, que são febre alta (39° a 40°) de uma hora para outra com duração de até 48 horas, dores de cabeça, musculares, na barriga, presença de manchas vermelhas no corpo, náusea, desmaio e dificuldade na ingerir líquidos”, disse.

Conforme a Sesau, em virtude do ocorrido, as ações de combate ao mosquito causador da doença foram intensificadas na região do bairro Monte Castelo, onde a mulher residia. A Secretaria reforça ainda que é preciso que a população faça a sua parte e evite deixar recipientes que acumulem água, bem como mantenham calhas, caixas-d'água e terrenos limpos.

Outras quatro mortes estão sob investigação e quatro já foram confirmadas no Estado, segundo boletim epidemiológico divulgado na quarta-feira (06) pela SES (Secretaria de Estado e Saúde).

Números

Em 2013, quando o município enfrentou epidemia de dengue, foram 44.657 casos notificados e 12 óbitos. Já em 2014, Campo Grande ficou fora do risco de epidemia, com 4.031 casos notificados e nenhum óbito.

De janeiro até ontem, 19.187 casos foram registrado no Estado, o terceiro maior em cinco anos, só atrás de 2013 (102 mil casos) e 2010 (82,5 mil). Em relação boletim anterior, quando eram 17,4 mil casos, houve aumento de 9,8%. Na última semana foram 2.960 novos casos, quase três vezes o número registrado na mesma semana de 2013, quando o Estado teve a maior epidemia da história.

A doença ganhou força no outono e a situação de epidemia, quando a incidência supera 300 casos para cada grupo de 100 mil, já atinge 49 dos 79 municípios sul-mato-grossenses.

Conforme a SES, a maior incidência foi registrada em Iguatemi, com 1.271 casos, seguido por Sonora (867), Selvíria (332), Itaquiraí (869) e Japorã (249). Campo Grande teve 3.955 pessoas com os sintomas da dengue, como febre, dores de cabeça e nas juntas.

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
imagem transparente
Últimas notícias
Scroller Top
Domingo, 27 de Maio de 2018
Sábado, 26 de Maio de 2018
14:57
Cassilândia
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)