Cassilândia, Terça-feira, 12 de Dezembro de 2017

Últimas Notícias

09/05/2014 15:32

Mulher de 40 anos é suspeita de matar 'ficante' de 15 por ciúmes

G1

Uma mulher de 40 anos é suspeita de matar o "ficante" (namorado), de 15, estrangulado. O corpo do adolescente foi encontrado dentro de uma casa situada na primeira etapa do Conjunto Viver Melhor, na Zona Norte de Manaus, na manhã desta sexta-feira (9). Segundo a polícia, o casal consumia drogas e bebida alcoólica momentos antes do homicídio. Há suspeita de crime passional.

A polícia foi acionada por volta das 11h após denúncias de populares. A área foi isolada e uma equipe da Perícia da Polícia Civil apura as motivações do crime. Segundo informações da 26ª da Companhia Interativa Comunitária (Cicom), o adolescente foi localizado com marcas no pescoço.

O tenente Fraga informou que a mulher e a vítima estavam dentro da residência quando discutiram. Ainda segundo o policial, a suspeita teria ficado com ciúmes do namorado com uma outra jovem, que até o momento não foi identificada.

"Ela contou que eles tiveram uma discussão e ele tentou agredi-la. Então, ela disse ter tentado se defender e acabou enforcando ele com as mãos. Eles não moravam no local, mas estavam na residência usando droga na companhia de outros jovens", disse. Os jovens de 14 e 15 anos, que estavam na casa, são primos da vítima e moram sozinhos na residência com um irmão mais velho. O homem estava no trabalho quando o crime ocorreu. Outras duas jovens, que também estavam no local, serão ouvidas pela polícia.

Uma vizinha, que não quis ser identificar, contou ao G1 que ouviu gritos vindos da casa por volta das 8h. Segundo o relato da moradora, a suspeita chegou a pedir álcool, afirmando que um colega havia passado mal. "Ela dizia que o rapaz havia desmaiado. Logo em seguida, ela saiu correndo depois que percebeu que ele não estava reagindo. Ela pedia socorro para levá-lo ao hospital", disse.

O crime assustou moradores do conjunto. Um homem, que também não quis ser identificado, disse que os dois tinham um relacionamento afetivo e que a diferença de idade entre eles causava estranheza na área. "A casa era sempre utilizada para orgias e consumos de drogas. Essa mulher gostava de se envolver com adolescentes", relatou um vizinho.

Familiares afirmaram ao G1 que o adolescente conhecia da mulher há cerca de um mês. Uma irmã, que preferiu não ter a identidade informada, disse que a suspeita insistia em manter contato com o jovem.

O corpo do adolescente foi encaminhado no fim da manhã para o Instituto Medico Legal (IML), Zona Norte e a mulher foi levada para o 26º Distrito Integrado de polícia (DIP).

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
imagem transparente
Últimas notícias
Scroller Top
Segunda, 11 de Dezembro de 2017
20:42
Loteria
10:00
Receita do dia
Domingo, 10 de Dezembro de 2017
10:00
Receita do dia
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)