Cassilândia, Segunda-feira, 11 de Dezembro de 2017

Últimas Notícias

27/03/2007 14:40

Mulher com sintomas de dengue morre na Capital

Nadyenka Castro - Campo Grande News

A dengue pode ter feito mais uma vítima em Mato Grosso do Sul. Apresentando sintomas da doença desde a semana passada, Silésia Mari Müller, 59 anos, morreu nesta segunda-feira no Hospital Miguel Couto, em Campo Grande.

Silésia morava em São Gabriel do Oeste, cidade que fica a 149 quilômetros da Capital, de onde veio transferida no domingo pela manhã já em estado grave. De acordo com o médico e diretor do Hospital São Francisco, Osvaldo Góes Figueiredo, ela e o marido foram internados com febre e vômitos no dia 19, sendo liberados no dia 21.

No dia seguinte, Silésia retornou e foi novamente internada. O marido não apresentou complicações. Segundo Osvaldo, ela estava consciente e andava normalmente, mas com baixo número de leucócitos, glóbulos brancos e plaquetas no sangue, situação apresentada normalmente por pessoas com dengue.


No sábado o quadro dela complicou e foi internada no CTI (Centro de Tratamento Intensivo) e no dia seguinte seguiu para Campo Grande, onde morreu. Não foi feito o exame que confirma a doença porque não houve tempo hábil. Conforme o médico, o exame é recomendado ser feito de oito a 10 dias após apresentação dos sintomas, pois se for realizado nos primeiros dias, não é diagnosticado.

Porém ela apresentava todos os sintomas clínicos e redução de leucócitos, glóbulos brancos e plaquetas no sangue, constatados através dos hemogramas realizados diariamente. No Hospital Miguel Couto, consta que ela morreu devido a redução da circulação de sangue e infecção generalizada por causa indeterminada.

Antes de apresentar os sintomas da dengue, Silésia tomava medicamentos devido o lupus, doença grave que afeta o sistema imunológico. O secretário de saúde de São Gabriel do Oeste, Frederico Marcondes Neto, disse que caso venha se confirmar que ela teve dengue, a doença pode ter se agravado devido ao lupus. Ele aguarda o laudo do IML (Instituto Médico Legal) e o exame dos órgãos, que deve ficar pronto em 30 dias. Silésia será enterrada em Florianópolis.

O secretário informou que desde o início do ano já foram notificados 180 casos de dengue no município, sendo que 100 confirmados. Diversas ações de combate à doença têm sido realizadas. O diretor do hospital São Francisco disse que em 2006 não houveram internações por conta da dengue, situação bem diferente da já registrada neste ano. “Este ano tem aparecido muitos casos”.

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
imagem transparente
Últimas notícias
Scroller Top
Segunda, 11 de Dezembro de 2017
Domingo, 10 de Dezembro de 2017
10:00
Receita do dia
Sábado, 09 de Dezembro de 2017
09:09
Cassilândia
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)