Cassilândia, Terça-feira, 17 de Janeiro de 2017

Últimas Notícias

05/04/2004 09:39

Mulher com mais de 50 anos tem direito à paternidade

STJ

A Terceira Turma do Superior Tribunal de Justiça (STJ) considerou imprescritível o direito do filho de buscar a paternidade real ao manter decisão do Tribunal de Justiça do Rio Grande do Sul (TJ/RS) que garantiu à C.E.B.B, uma mulher com mais de 50 anos de idade, o direito assegurado pela Constituição Federal de ser reconhecida filha biológica de R.M.S.

Em 1996, aos 49 anos, C.E.B.B entrou com uma ação de investigação de paternidade no tribunal gaúcho. O juiz da primeira instância entendeu que C.E.B.B realmente é filha de R.M.S. Inconformado com a sentença, o suposto pai entrou com um recurso no TJ/RS, no entanto, C.E.B.B novamente ganhou a causa.

A defesa de R.M.S entrou com recurso no STJ, ao alegar que a Constituição de 1946 mostra que C.E.B.B só poderia pedir investigação de paternidade até quatro anos depois de completar a maioridade. O Ministério Público manifestou-se pelo conhecimento e provimento do recurso ao contar que C.E.B.B tinha um prazo, e não o fez.

A defesa de C.E.B.B ofereceu a resposta ao afirmar que a tese defendida pela defesa de R.M.S está superada, pois a Constituição de 1988 veda a discriminação entre filhos, de maneira que qualquer deles, nascido ou não do casamento, pode postular a paternidade verdadeira.

Os ministros da Terceira Turma do STJ, por unanimidade, decidiram manter a decisão anterior, visto que o relator do processo, ministro Antônio de Pádua Ribeiro mencionou que "o reconhecimento do estado de filiação é direito personalíssimo, indisponível e imprescritível, podendo ser exercitado contra os pais e seus herdeiros, sem qualquer restrição, observado o segredo de Justiça".

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
Últimas notícias
Scroller Top
Terça, 17 de Janeiro de 2017
Segunda, 16 de Janeiro de 2017
10:04
Coluna da juíza Luciane Buriasco Isquerdo
10:00
Receita do dia
09:00
Maternidade
Domingo, 15 de Janeiro de 2017
12:53
Cassilândia
10:50
Loterias
10:40
Loterias
10:20
Loterias
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)