Cassilândia, Segunda-feira, 11 de Dezembro de 2017

Últimas Notícias

03/07/2007 10:01

MT:polícia prende madeireiros, engenheiros e fazendeiros

sonoticias/sinop

A Secretaria Estadual de Meio Ambiente (SEMA) e a Polícia Civil estão fazendo, hoje, a "Operação Guilhotina" desencadeada pela Delegacia Fazendária de Cuiabá, para combater crimes ambientais, sonegação fiscal e fraudes em planos manejos florestais. São 75 mandados de prisões em Sinop, Alta Floresta, Vera, Cláudia, Guarantã do Norte, Terra Nova, dentre outras cidades. Fazendeiros de áreas onde foram extraída árvores ilegalmente também estão na lista. O montante apurado de fraudes chegaria a R$ 58 milhões, informou o delegado Rogerio Modeli, da Delegacia Fazendária. Pelo menos 11 pessoas, entre madeireiros e engenheiros florestais, estão presos em Sinop, dentre eles o ex-chefe da Sema (Secretaria de Meio Ambiente) Jackson Medeiros.

As prisões foram emitidas pelo juiz José Zuquim Nogueira, do Juizado Volante Ambiental de Cuiabá, e são temporárias (5 dias). Todos os acusados estão sendo encaminhados para a delegacia municipal.

As Delegacias do Meio Ambiente e Fazendária ainda não confirmaram quantos mandados de prisão foram expedidos. Cerca de 50 policiais de Cuiabá foram designados para a 'Operação Guilhotina'. As prisões começaram a ser feitas por volta das 6 horas. Eles apreenderam nas casa dos acusados documentos e algumas anotações que podem auxiliar a esclarecer as acusações.

Os delegados Rogério Atilio Mudeli (fazendário) e Gean Pacola (meio ambiente) estão comandando as operações.

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
imagem transparente
Últimas notícias
Scroller Top
Segunda, 11 de Dezembro de 2017
10:00
Receita do dia
Domingo, 10 de Dezembro de 2017
10:00
Receita do dia
Sábado, 09 de Dezembro de 2017
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)