Cassilândia, Quarta-feira, 07 de Dezembro de 2016

Últimas Notícias

07/08/2008 15:16

MTE registrou mais de 8 mil empregados neste ano em MS

Bianca Cegati - Campo Grande News

Em Mato Grosso do Sul, no primeiro semestre de 2008, 8.181 trabalhadores tiveram carteira assinada por meio de ação fiscal do MTE (Ministério do Trabalho e Emprego), ficando em 11º lugar entre os estados.

De acordo com dados do MTE, a fiscalização ajudou a legalizar a situação de 303.381 empregados em todo o País, sendo 49.510 (16,31%) na agricultura; 68.881 (22,70%) na indústria; 56.730 (18,69%) no comércio; 44.316 (14,60%) na construção civil e 39.170 (12,91%) no setor de serviços.

Ao todo, foram vistoriadas 139.867 empresas, que mantinham seus funcionários trabalhando sem o amparo da CLT (Consolidação das Leis do Trabalho).

Orientados pelos fiscais, os empresários tiveram de assinar as CTPS (Carteiras de Trabalho e Previdência Social) de seus empregados, além de 24.998 das empresas terem sido autuadas e 48.560 autos de infração terem sido lavrados.

Dos mais de 300 mil trabalhadores, 26.206 trabalhadores são aprendizes (14 a 24 anos) e 1.169 adolescentes (16 a 18 anos). As multas variam de R$ 450 a R$ 6,5 mil por cada empregado irregular encontrado.

Conforme o ministro do Trabalho e Emprego, Carlos Lupi, para este semestre estão previstas novas fiscalizações, com meta de aumentar o número de legalizações. Serão disponibilizados recursos de informática e sistemas inteligentes para que mais empresas em irregularidade com o MTE sejam alcançadas.

Entre os estados, São Paulo foi o que mais registrou novos trabalhadores mediante a ação fiscal: 67.867, seguido de Minas Gerais com 26.351 e Rio de Janeiro, 22.962.

Auditores – Quanto à atuação dos auditores do trabalho, também foi feito um ranking fictício no qual Mato Grosso do Sul se destaca: se fosse levada em consideração a quantidade de fiscais pelo montante de empregados registrados, o Estado ficaria em segundo lugar com com 7.095 empregados legalizados e média de 49,27 registrados por auditor, sendo precedido apenas pelo Espírito Santo, onde 19.540 trabalhadores foram registrados, num paralelo de 57,47 empregados por auditor. (Com informações do site do MTE)

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
Últimas notícias
Scroller Top
Quarta, 07 de Dezembro de 2016
10:00
Receita do dia
09:00
Maternidade
03:14
Loteria
Terça, 06 de Dezembro de 2016
10:00
Receita do Dia
09:00
Maternidade
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)