Cassilândia, Sexta-feira, 09 de Dezembro de 2016

Últimas Notícias

22/11/2009 14:29

MT: universitários querem criação da CPI da Unemat já

Redação 24 Horas News

Tão logo começaram a circular as primeiras informações sobre a anulação do concurso público promovido pelo Governo do Estado para preenchimento de 10.086 vagas, integrantes da comunidade universitária da Universidade de Mato Grosso (Unemat) começaram a mobilizar para realizar de um ato de protesto com pedido de instalação de uma CPI pela Assembléia Legislativa. Eles querem que a instituição, liderada pelo retir Taisir Karim, seja investigada e fazem diversas denuncias de irregularidades.

“Temos de nos somarmos à população e exigir reparação de todas as perdas e uma CPI na Unemat-já! E que o Governo do Estado também seja responsabilizado” – sugere convocação, encaminhada a acadêmicos e funcionários da universidade. “Nós da Uneamt não podemos carregar a imagem de incompetência e falcatrua impressas pela reitoria da Unbemat nesse processo.

O documenta lembra que o Congresso da Unemat, em que a Fundação de Apoio ao Ensino Superior (Faesp) foi denunciada por receber dinheiro público e não prestar contas, “só saiu pela força e pela garra de sua base, professores, estudantes e técnicos” . Segundo eles, se dependesse da reitoria, seria mais um engodo a tantos que já se somam”. O documento cita como exemplo recente o Conselho Curador, considerado “totalmente ilegal e ilegítimo gerando instabilidade institucional”.

Na base para o pedido da CPI consta ainda a denuncia de que a reitoria estaria decretando "cinco meses de férias mal-disfarçadas" com a desculpa de "fazer caixa". Essa situação, eles dizem, soa estranho visto que os incrementos orçamentários deveriam impulsionar a UNEMAT e não gerar crise. “Onde foi parar essa dinheirama toda?” – questiona o documento, que lembra ainda o escândalo da reitoria que obrigou professores a tirar "Licença-Prêmio" de dezembro a fevereiro.

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
Últimas notícias
Scroller Top
Sexta, 09 de Dezembro de 2016
Quinta, 08 de Dezembro de 2016
10:00
Receita do dia
09:00
Maternidade
Quarta, 07 de Dezembro de 2016
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)