Cassilândia, Segunda-feira, 11 de Dezembro de 2017

Últimas Notícias

10/10/2012 08:15

MT: Frigoríficos param e população fica sem carne para consumo

24horasnews

As 40 plantas frigoríficas em operação em Mato Grosso param suas atividades a partir desta quarta-feira, 10, por causa da greve dos servidores do Indea (Instituto de Defesa Agropecuária do Estado). A decisão afeta os consumidores locais – que ficam sem carne na mesa já a partir deste final de semana – e a comunidade internacional, penalizada com a quebra dos contratos por parte da indústria.

A greve – iniciada no final de agosto e sem tempo para acabar - deixou 900 Km de fronteira seca sem vigilância sanitária e paralisou a emissão da Guia de Transporte de Animais (GTA), que normatiza o embarque e desembarque de bovinos no Estado.

“Sem GTA, a indústria fica engessada para fazer o abate de animais”, alerta o secretário-executivo do Sindicato das Indústrias Frigoríficas de Mato Grosso (Sindifrigo/MT), Jovenino Borges. Segundo ele, a partir de quarta-feira as plantas ficam sem matéria-prima para abate e o comércio varejista inicia contagem regressiva para ficar sem o produto nas gôndulas. “O consumidor também pode ir se preparando, pois dentro de três a quatro dias ele terá que substituir a carne bovina por outro produto”, avisa Borges.

Pelo menos 90% das plantas locais exportam carne para o mercado europeu e países da Lista Geral. “Com a paralisação, os contratos com a comunidade internacional deixarão de ser cumpridos e a imagem de Mato Grosso mais uma vez fica arranhada no exterior por inoperância e falta de gestão governamental no momento em que o Estado vive um ótimo momento com o trabalho de sanidade do seu rebanho”, afirma o secretário do Sindifrigo.

Para ele, o setor privado não pode ser penalizado por causa da falta de estrutura do Indea. “O governo do Estado precisa abrir os olhos e resolver este problema com urgência para evitar o caos”, adverte.

Os profissionais cobram melhorias na infraestrutura das unidades do Indea, a reabertura dos postos de fiscalização, a disponibilidade e manutenção de um sistema informatizado para emissão de guias, manutenção de veículos e disponibilidade de material básico para o trabalho de fiscalização no Estado.

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
imagem transparente
Últimas notícias
Scroller Top
Segunda, 11 de Dezembro de 2017
10:00
Receita do dia
Domingo, 10 de Dezembro de 2017
10:00
Receita do dia
Sábado, 09 de Dezembro de 2017
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)