Cassilândia, Quarta-feira, 26 de Abril de 2017

Últimas Notícias

25/02/2005 10:33

MS teve a 6ª maior ocupação de terras no País

Fernanda Mathias/Campo Grande News

No ano passado o Mato Grosso do Sul teve o 6º maior número de invasões de terras do País, conforme o último relatório da Ouvidoria Nacional Agrária, divulgado nesta sexta-feira. Foram 18 ocupações no Estado, o maior número da região Centro-Oeste. O Estado não aparece, porém, dentre os que apresentaram mortes por conflito no campo.
O presidente da Fetagri (Federação dos Trabalhadores na Agricultura de Mato Grosso do Sul), Geraldo Teixeira de Almeida, afirma que pelo movimento não houve invasões e sim por outros como MST (Movimento dos Trabalhadores Sem Terra) e índios.
Por outro lado, ele afirma que se a meta lançada pelo Incra (Instituto Nacional de Colonização e Reforma Agrária), de assentar este ano 9,1 mil famílias no Estado, não for cumprida pode haver uma onda de invasões. “Aí a situação fica muito ruim, temos famílias que há 7 anos estão esperando para serem assentadas”, afirma.
A meta foi apresentada durante manifestação ocorrida dia 15 último, em frente à sede do Incra, em Campo Grande, que mobilizou de 800 a mil sem-terra. Foi ratificada na última terça-feira pelo Ministro de Desenvolvimento Agrário, Miguel Rosseto, durante visita a Sidrolândia, acompanhando o presidente da República, Luiz Inácio Lula da Silva.
O presidente do MNP (Movimento Nacional dos Produtores), João Bosco Leal, classifica como “uma farsa” o relatório da Ouvidoria. “Hoje no Mato Grosso do Sul temos 29 áreas invadidas com mandados judiciais por serem cumpridos, 24 por índios e cinco por sem-terra. Esse levantamento não expressa a realidade de nosso Estado”, diz. O relatório do MNP aponta 35 invasões em Mato Grosso do Sul ao longo de 2004, com as respectivas datas, nomes de propriedades e movimentos (índios, CUT, MST, FAF e em um caso a Fetagri).

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
imagem transparente
Últimas notícias
Scroller Top
Terça, 25 de Abril de 2017
Segunda, 24 de Abril de 2017
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)