Cassilândia, Quarta-feira, 07 de Dezembro de 2016

Últimas Notícias

25/02/2005 10:33

MS teve a 6ª maior ocupação de terras no País

Fernanda Mathias/Campo Grande News

No ano passado o Mato Grosso do Sul teve o 6º maior número de invasões de terras do País, conforme o último relatório da Ouvidoria Nacional Agrária, divulgado nesta sexta-feira. Foram 18 ocupações no Estado, o maior número da região Centro-Oeste. O Estado não aparece, porém, dentre os que apresentaram mortes por conflito no campo.
O presidente da Fetagri (Federação dos Trabalhadores na Agricultura de Mato Grosso do Sul), Geraldo Teixeira de Almeida, afirma que pelo movimento não houve invasões e sim por outros como MST (Movimento dos Trabalhadores Sem Terra) e índios.
Por outro lado, ele afirma que se a meta lançada pelo Incra (Instituto Nacional de Colonização e Reforma Agrária), de assentar este ano 9,1 mil famílias no Estado, não for cumprida pode haver uma onda de invasões. “Aí a situação fica muito ruim, temos famílias que há 7 anos estão esperando para serem assentadas”, afirma.
A meta foi apresentada durante manifestação ocorrida dia 15 último, em frente à sede do Incra, em Campo Grande, que mobilizou de 800 a mil sem-terra. Foi ratificada na última terça-feira pelo Ministro de Desenvolvimento Agrário, Miguel Rosseto, durante visita a Sidrolândia, acompanhando o presidente da República, Luiz Inácio Lula da Silva.
O presidente do MNP (Movimento Nacional dos Produtores), João Bosco Leal, classifica como “uma farsa” o relatório da Ouvidoria. “Hoje no Mato Grosso do Sul temos 29 áreas invadidas com mandados judiciais por serem cumpridos, 24 por índios e cinco por sem-terra. Esse levantamento não expressa a realidade de nosso Estado”, diz. O relatório do MNP aponta 35 invasões em Mato Grosso do Sul ao longo de 2004, com as respectivas datas, nomes de propriedades e movimentos (índios, CUT, MST, FAF e em um caso a Fetagri).

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
Últimas notícias
Scroller Top
Quarta, 07 de Dezembro de 2016
20:20
Loteria
10:00
Receita do dia
09:00
Maternidade
03:14
Loteria
Terça, 06 de Dezembro de 2016
10:00
Receita do Dia
09:00
Maternidade
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)