Cassilândia, Quarta-feira, 23 de Setembro de 2020

Últimas Notícias

14/10/2003 15:10

MS teve 2º maior alta do custo da pecuária

Fernanda Mathias/Campo Grande News

Mato Grosso do Sul foi o Estado brasileiro, dentre os sete pesquisados pela CNA (Confederação Nacional de Agricultura) que apresentou o segunda maior variação do Custo Operacional Efetivo da Pecuária no período de março a agosto deste ano, 7,54%.
Segundo análise da CNA, os preços dos insumos pecuários tiveram aumentos acima dos índices gerais de inflação, em agosto. Na média dos sete Estados onde é feita a pesquisa de custo da produção pecuária, a cesta com os principais insumos utilizados mensalmente na pecuária de corte (Custo Operacional Efetivo) esteve 0,71% mais cara em agosto, quando comparada a julho. No mesmo período, o IGP-M teve aumento de apenas 0,38%. Com base nesses números é possível tirar duas conclusões: a produção de carne bovina está remunerando menos os produtores e a inflação nos custos pode, num segundo momento, vir a pressionar os preços da carne para o consumidor final.
Se forem levados em consideração os dados dos últimos seis meses, as perdas dos pecuaristas aumentam. De março a agosto, o conjunto de insumos pecuários, considerado ponderamente de acordo com o tamanho do rebanho, acumula alta de 4,33%, enquanto o IGP-M sinaliza apenas 1,13%. Ao incluir os itens fixos demandados pela propriedade para a produção, a desvantagem é ainda maior, com acumulado de 4,55% nos últimos seis meses. No mesmo período, houve um aumento de apenas 1,85% no valor recebido pela arroba de boi, na média dos Estados pesquisados, ponderada pelo tamanho do rebanho.


Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
imagem transparente
Últimas notícias
Scroller Top
Quarta, 23 de Setembro de 2020
Terça, 22 de Setembro de 2020
Segunda, 21 de Setembro de 2020
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)