Cassilândia, Sábado, 16 de Dezembro de 2017

Últimas Notícias

18/06/2004 14:21

MS terá R$ 318,4 mil para reduzir mortes de mães e bebês

Malu Prado / Campo Grande News

O Ministério da Saúde vai liberar cerca de R$ 318,4 mil para reduzir a mortalidade materna e neonatal em duas cidades de Mato Grosso do Sul. Cerca de 318,6 mil pessoas que integram o Proesf (Projeto de Expansão e Consolidação da Saúde da Família) em Dourados e Campo Grande, serão beneficiadas. Do total da verba, R$ 137,1 irá para Dourados e R$ 281,3 para Campo Grande
Os recursos, que começam a ser repassados em agosto, fazem parte da estratégia de um pacto entre a União, os Estados e municípios, para diminuir em 15% os atuais índices de mortes de mulheres e de bebês com até 28 dias de vida até o final de 2006, e em 75%, até 2015.
Os números atuais mostram que cerca de 2 mil mães e mais de 38 mil recém-nascidos morreram por causa de complicações na gravidez, em 2002, em todo país. As principais causas dessas mortes são: hipertensão arterial, hemorragia, aborto, infecção pós-parto e doenças respiratórias, além de prematuridade e baixo peso.
O pacto prevê: o planejamento familiar; a atenção ao pré-natal, ao parto, ao pós-parto, ao recém-nascido, ao aleitamento, à gestante HIV positivo, às mulheres vítimas de violência sexual e doméstica, ao aborto previsto em lei, a complicações do aborto inseguro e à vigilância do óbito.
Ao todo, o Ministério vai repassar R$ 31.179.000,00 a 78 cidades brasileiras.

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
imagem transparente
Últimas notícias
Scroller Top
Sábado, 16 de Dezembro de 2017
Sexta, 15 de Dezembro de 2017
10:00
Receita do dia
Quinta, 14 de Dezembro de 2017
21:14
Loteria
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)