Cassilândia, Terça-feira, 12 de Dezembro de 2017

Últimas Notícias

14/06/2004 07:55

MS terá mais R$ 6,73 milhões para a saúde

Rede Saúde

Hospitais e unidades de saúde integrantes do Sistema Único da Saúde (SUS) vão ser mais bem remunerados. O Ministério da Saúde reajustou os valores de 410 procedimentos ambulatoriais e hospitalares da tabela do SUS. Os reajustes variam de 5% a 136,67%. A portaria que autoriza o reajuste, publicada em 08/06, terá efeito retroativo a maio.

Para o Mato Grosso do Sul, a correção da tabela vai gerar um acréscimo de R$ 6.737.342,40 no repasse anual para os procedimentos de média e alta complexidade. O impacto do reajuste para todo o Brasil será de R$ 505,36 milhões no limite financeiro anual de gastos com a saúde.

Somente em 2003, o SUS custeou mais de 84,2 milhões de atendimentos envolvendo os procedimentos reajustados agora. Desde o ano passado, o Ministério da Saúde promove aumentos gradativos nos valores pagos em alguns procedimentos realizados pelo SUS. Ao todo, o Ministério da Saúde destinou mais R$ 330,48 milhões por ano (R$ 27,54 milhões por mês) para pagar as novas tabelas.

Na área de internação, o governo aplicou R$ 22,19 milhões mensais no ano passado. Em relação aos procedimentos e exames ambulatoriais, os percentuais de reajuste foram concedidos por grupos, variando de 20%, para as biópsias, a 46% para os exames com análise de células, tecidos e órgãos. O montante destinado mensalmente para garantir os reajustes do setor ambulatorial foi de R$ 5,35 milhões.

Até o fim deste ano, o Ministério da Saúde pretende destinar mais recursos para mudar o modelo de financiamento dos hospitais universitários e de pequeno porte. Vai custear o Serviço Ambulatorial Móvel de Urgência (Samu-192) e, ainda, ampliar o número de leitos de UTI em todo o país. Também o teto para inclusão de novos serviços de saúde, incluindo os hospitais e os serviços especializados construídos e equipados com recursos do SUS, serão ampliados. Eles entrarão em funcionamento ainda este ano. Além disso, serão investidos mais recursos nas cirurgias eletivas de média-complexidade.




Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
imagem transparente
Últimas notícias
Scroller Top
Terça, 12 de Dezembro de 2017
20:48
Loteria
Segunda, 11 de Dezembro de 2017
20:42
Loteria
10:00
Receita do dia
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)