Cassilândia, Quinta-feira, 14 de Dezembro de 2017

Últimas Notícias

08/11/2009 10:49

MS terá instituto de educação em sete municípios

Dourados agora

Eliezer Moreira Pacheco, durante o lançamento regional do Fórum Mundial de Educação Profissional
“Nem o professor mais otimista seria capaz de antever uma fase de tanto investimento na educação do país”, afirmou o Secretário de Educação Profissional e Tecnológica do Ministério da Educação, Eliezer Moreira Pacheco, durante o lançamento regional do Fórum Mundial de Educação Profissional e Tecnológica, em Campo Grande, na última quinta-feira, 5, no plenário da Assembléia Legislativa.
O Fórum Mundial, promovido pelo MEC, terá pela primeira vez uma edição dedicada à educação profissional e tecnológica. “Este modelo de ensino não tem precedentes no país, é possível o aluno começar aprendiz e sair doutor. Nas regiões onde são implantados, os institutos trazem impactos extraordinários”, avalia Eliezer Pacheco, um dos criadores do fórum, que será realizado entre os dias 23 e 27 de novembro, em Brasília.
Mato Grosso do Sul passa a fazer parte da Rede Federal de Ensino Profissional e Tecnológico com a implantação do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia (IFMS) em sete municípios do Estado. Os campi serão instalados em Aquidauana, Campo Grande, Corumbá, Coxim, Nova Andradina, Ponta Porã e Três Lagoas. “Vivemos uma fase de valorização da educação profissional, uma modalidade que articula a educação básica e profissional à superior, pluricurricular e multicampi”, ressaltou o reitor do IFMS, professor Marcus Aurélius Serpe.
O reitor disse ainda que a expansão da rede federal de ensino profissional no país é modelo para o mundo. “O Ministro da Educação Fernando Haddad disse que após o último encontro de gestores públicos da educação de vários países, o MEC foi procurado por cinco outros ministros interessados em conhecer o modelo de expansão implantado pelo governo do presidente Lula”.
A reestruturação da rede só foi possível após a aprovação de um projeto de lei, em dezembro de 2008, pelo Congresso Nacional que institui a criação de 38 institutos federais, com 214 novos campi, em todo o país. “O Brasil vive um momento ímpar da sua história, neste ano tivemos do governo federal o maior orçamento para a área da educação”, afirmou o deputado federal Antônio Carlos Biffi (PT/MS), membro da Comissão de Educação da Câmara dos Deputados e relator do projeto que resultou na Lei 11.892.
Com a legislação, Mato Grosso do sul foi contemplado com o IFMS, assim como os Estados de Rondônia, Acre, Amapá e o Distrito Federal, que não também não faziam parte de rede. Com esta medida, todos os Estados do país serão beneficiados. Até 2010, o MEC pretende atingir a meta de 354 campi em funcionamento, integrando os Centros Federais de Educação Tecnológica (Cefets), as escolas técnicas e agrotécnicas.
A importância dos Institutos Federais na qualidade de vida das famílias foi ressaltada pelo deputado estadual Pedro Teruel (PT), propositor do evento na Assembleia Legislativa. “É uma oportunidade de conhecimento que servirá para a vida toda que possibilita a profissionalização, melhora a renda das famílias e promove o desenvolvimento social”.
Durante o evento, o diretor regional dos Correios, João Rocha, fez o lançamento estadual do selo comemorativo ao centenário da Rede Federal de Educação Profissional, Científica e Tecnológica.
A solenidade foi prestigiada pelo reitor da Universidade Tecnológica Federal do Paraná, Carlos Eduardo Cantarelli; pelo presidente do Conselho Nacional das Instituições da Rede Federal de Educação, Paulo César Pereira; e pelo reitor do Instituto Federal do Piauí, Francisco Santana. Também estiveram presentes a Secretária Estadual de Educação, Nilene Badeca da Costa; a Secretária Municipal de Educação de Campo Grande, Maria Cecília Amendola da Motta; e demais autoridades.

Fonte: Douradosagora

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
imagem transparente
Últimas notícias
Scroller Top
Quarta, 13 de Dezembro de 2017
10:00
Receita do dia
Terça, 12 de Dezembro de 2017
20:48
Loteria
Segunda, 11 de Dezembro de 2017
20:42
Loteria
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)