Cassilândia, Segunda-feira, 21 de Agosto de 2017

Últimas Notícias

29/06/2015 15:53

MS tem o preço do óleo diesel mais caro entre os estados vizinhos

Priscilla Peres, Campo Grande News

O preço do óleo diesel em Mato Grosso do Sul é o mais caro entre os estados vizinhos. Por aqui, o valor médio do combustível segundo a ANP (Agência Nacional de Petróleo) é R$ 2,24 por litro, enquanto que nos estados com os quais faz limite, o consumidor chega a pagar R$ 0,28 a menos por litro.

Para tentar aumentar competitividade do setor produtivo local, o governador Reinaldo Azambuja (PSDB) sancionou hoje o projeto de Lei n°4.688, que reduz a alíquota do ICMS (Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços) do óleo diesel dos atuais 17% para 12%. A legislação passa a valer a partir de 1° de julho, com efeitos até 31 de dezembro.

Azambuja afirma que quer ver a redução do preço na bomba, ou seja, que os efeitos sejam sentidos pelos consumidores. A previsão do setor é que a mudança deixe o combustível até R$ 0,15 mais barato em todo o Estado.

Diante dessa ótica, Mato Grosso do Sul passa a ter o diesel competitivo com o Paraná, Mato Grosso, Goiás e Minas Gerais, que praticam os preços R$ 2,12, R$ 2, R$ 2,04 e R$ 2,24, respectivamente. Em relação a São Paulo, o combustível ainda ficará R$ 0,13 mais caro, já que lá o preço médio do litro é R$ 1,96.

Para garantir preços ainda menores, empresários, políticos e representantes do setor de transporte, formaram uma comissão que fará pesquisas semanais nos postos de combustíveis, além de acompanhar todo o processo da cadeia produtiva, desde as distribuidoras até os postos.

O objetivo é que a partir de agora, todos os caminhões pertencentes a transportadoras locais abasteçam em postos de Mato Grosso do Sul. Para reduzir a alíquota do ICMS, o governado deixará de arrecadar entre R$ 4 milhões e R$ 7 milhões e para compensar essa perda, o consumo do diesel terá que aumentar em 40%.

Atualmente o estado consome aproximadamente 100 milhões de litros de diesel. Se até o fim de dezembro o consumo não chegar ao estipulado pelo governo, o ICMS volta para 17%.

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
imagem transparente
Últimas notícias
Scroller Top
Segunda, 21 de Agosto de 2017
Domingo, 20 de Agosto de 2017
10:00
Receita do dia
09:50
Três Lagoas
Sábado, 19 de Agosto de 2017
20:38
Para o fim de semana
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)