Cassilândia, Terça-feira, 18 de Setembro de 2018

Últimas Notícias

13/09/2018 19:20

MS tem dois municípios entre os 20 maiores produtores de soja e um de laranja

Aparecida do Taboado é o maior produtor estadual de laranja, com 9.420 toneladas colhidas em 350 hectares no ano passado.

Helio de Freitas, de Dourados, Campo Grande News

Maracaju e Sidrolândia representaram Mato Grosso do Sul na lista dos 20 municípios brasileiros maiores produtores de soja em 2017. De acordo com a pesquisa sobre a produção agrícola municipal, divulgada hoje (13) pelo IBGE, com 982,2 mil toneladas de soja colhidas, Maracaju é o 12º na lista. Sidrolândia, com produção de 706,2 mil toneladas, ficou na 20ª posição.

A lista é dominada por municípios de Mato Grosso. Maior produtor de soja do país, o estado vizinho tem 12 dos 20 municípios onde mais se colhe a oleaginosa no país, inclusive o campeão em produção, Sorriso, que colheu 2,1 milhões de toneladas de soja no ano passado.

Com 9,1 milhões de toneladas, Mato Grosso do Sul foi o quinto maior produtor de soja do país em 2017. Ficaram à frente Mato Grosso (30,4 milhões/t), Paraná (19 milhões), Rio Grande do Sul (18,7 milhões) e Goiás (11,3 milhões/t).
O valor da produção nos 5,2 milhões de hectares ocupados com agricultura no ano passado em MS chegou a R$ 15,2 bilhões, segundo o IBGE. Foram 19,2 milhões de toneladas de cereais, leguminosas e oleaginosas colhidas no estado – aumento de 40% em relação a 2016.


Apesar do crescimento na produção, o valor da produção caiu 0,7%. Segundo o IBGE, essa queda foi influenciada pelo recuo dos preços dos principais produtos, interrompendo um crescimento no valor da produção da safra que já durava sete anos. O valor da produção do milho caiu 13,4%, da cana-de-açúcar caiu 12% e do trigo 28%.
Valor da produção – A soja predomina entre as culturas com maior valor produzido. As dez principais culturas de MS (soja, cana-de-açúcar, milho, mandioca, algodão herbáceo, arroz, feijão, borracha, melancia e trigo) representaram 99,3% de todo o valor gerado pela atividade.


“Em termos de valor da produção, a agricultura está concentrada nas três principais culturas, soja, milho e cana-de-açúcar, que representam 93,6% do total do valor da produção, com destaque para a soja com 53,6%, o que representou R$ 8,2 bilhões de reais”, informa a pesquisa do IBGE.


Além de Maracaju e Sidrolândia, os outros três principais produtores de soja em 2017 foram Ponta Porã com 694 mil toneladas, Dourados com 575 mil toneladas e São Gabriel do Oeste, que colheu 468 mil toneladas.
Milho cresceu – A pesquisa do IBGE, que é relativa apenas aos resultados de 2017, mostra crescimento considerável da produção de milho em Mato Grosso do Sul no ano passado. Já em 2018, como o Campo Grande News divulgou terça-feira (11), a produção encolheu afetada pelo clima.


Em 2017 a quantidade produzida de milho foi de 9,8 milhões de toneladas, a quarta maior produção do país, com aumento de 62,9% em relação a 2016. MS teve a terceira maior área colhida de milho no ano passado, com 1.831.970 hectares.


Entre os 20 principais municípios brasileiros produtores de milho, quatro são sul-mato-grossenses: Maracaju (8ª posição), Sidrolândia (11ª), Dourados (14ª) e Ponta Porã(15ª).


Outras culturas – A pesquisa do IBGE mostra que outras atividades agrícolas tiveram bom desempenho no ano passado em Mato Grosso do Sul. A produção de urucum cresceu 97,5% e chegou a 622 toneladas. MS foi o sexto maior produtor do país.


O principal produtor de urucum em MS foi Nova Alvorada do Sul, com 327 toneladas – mais da metade de toda a produção estadual. No ranking nacional, Nova Alvorada do Sul ocupa a 11ª posição entre os maiores produtores de urucum no país.


A produção de laranja também aumentou. O estado produziu 22.719 toneladas em uma área de 1.036 hectares, aumento de 45,3% na quantidade produzida e aumento de 28,9% na área colhida. MS ocupa a 15ª posição no ranking nacional em quantidade produzida de laranja. 


Aparecida do Taboado é o maior produtor estadual de laranja, com 9.420 toneladas colhidas em 350 hectares no ano passado.

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
imagem transparente
Últimas notícias
Scroller Top
Terça, 18 de Setembro de 2018
10:00
Receita do dia
09:00
Santo do dia
Segunda, 17 de Setembro de 2018
14:59
Cassilândia
10:00
Receita do dia
09:00
Santo do dia
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)